feiraanual2010
Por entre as nuvens o sol espreitou e abrilhantou as primeiras horas no recinto da Feira/Mercado da Trofa, esta tarde. Bandeiras hasteadas para assinalar a abertura solene da Feira Anual da Trofa 2010, seguiu-se a visita das entidades oficiais aos expositores para  deixar os votos de uma boa feira que, a cada ano que passa, continua a superar barreiras.

Nas primeiras horas do certame, as expectativas eram elevadas e ninguém melhor para o garantir do que José Sá, presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado: “As expectativas são as maiores. A visita tem decorrido com um grande sucesso, está tudo bem distribuído, organizado a um nível que me deixa satisfeito”.
Apesar do mau tempo que, no sábado, arrasou 90 por cento das estruturas do recinto, a organização nunca pôs em causa a realização do certame. “Muito honestamente não chegamos a temer que a feira não fosse organizada, mas posso dizer que no sábado passado, esta tenda foi pelo ar e outras tendas de grande dimensão também. Sujeitamo-nos a trabalhar até altas horas da noite e tudo se conseguiu a tempo”, frisou o autarca.
A cada edição, a Feira Anual da Trofa assume um carácter cada vez mais nacional. Esta é a convicção de Joana Lima, presidente da autarquia trofense.
“Há cerca de dez anos esta feira ganhou uma dimensão completamente diferente, vocacionada para a área da agro-pecuária, nos concursos bovinos, na feira do cavalo. Todos os expositores por que passei, todos eles me disseram que a feira tinha um caracter mais nacional”, adiantou.
Com expectativas elevadas, estima-se que até domingo cerca de 150 mil pessoas visitem a maior feira agro-pecuária do norte.