ciganos_arquivo 

A família de etnia cigana que, na passada quarta-feira, foi obrigada a abandonar o acampamento, num terreno que ocupava há dez anos em Santiago de Bougado, voltou a instalar-se em propriedade alheia. Na passada segunda-feira, a família tentou instalar-se num terreno junto ao pólo II da Câmara Municipal da Trofa, na Rua Imaculada Conceição, freguesia de Santiago de Bougado.

Por se terem apoderado do terreno sem autorização, o proprietário apresentou queixa na GNR. Coagida pelos militares da Guarda para se retirarem do local, a família fixou-se junto ao posto da GNR da Trofa durante algumas horas e, mais tarde, acabaram por sair para destino desconhecido.