Trezentos e oitenta mil euros. Este é o valor que a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai investir na formação desportiva e no desenvolvimento de atividades para os jovens.

O valor, que foi “aprovado por unanimidade” na última reunião do executivo municipal, realizada no dia 6 de fevereiro, trata-se de “um pacote de investimentos que engloba a atribuição de subsídios a clubes e grupos desportivos, mas também o pagamento das inscrições e seguros de atletas à Associação de Futebol de Braga”.

Assim, a autarquia decidiu atribuir subsídios para o desenvolvimento de atividades e formação desportiva, no âmbito do futebol 7 e futebol 11, ao Grupo Desportivo de Joane (34.500 euros), à Associação Desportiva Oliveirense (36.750 euros), ao Futebol Clube de Famalicão (82.250 euros), ao Grupo Desportivo de Ribeirão (51.750 euros) e à Associação Desportiva Ninense (34.500 euros).

Para além do futebol, foram também contempladas as modalidades de voleibol e hóquei em patins, através da atribuição de apoios ao Atlético Voleibol Clube (15.600 euros) e ao Riba de Ave Hóquei Clube (14 mil euros). Por outro lado, a autarquia beneficiou o Famalicense Atlético Clube (FAC) com um subsídio no valor de 45 mil euros. Com cerca de 600 atletas, dos quais mais de 350 no âmbito das camadas jovens, o FAC desenvolve 13 modalidades desde o badminton, o basquetebol, o judo ou a patinagem artística, entre outros. Neste pacote de investimento inclui-se ainda o protocolo celebrado com a Associação de Futebol de Braga, segundo o qual “a autarquia paga a inscrição e os seguros de mais de dois mil jovens atletas”, num investimento de “76.750 euros”.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “este é um investimento de grande importância para Famalicão”, uma vez que “a formação desportiva dos jovens famalicenses assume um papel relevante na promoção de um estilo de vida saudável, contribuindo para o bem-estar físico, mas também emocional, para além de ocupar de forma salutar os seus tempos livres”.

No âmbito desportivo, o executivo municipal aprovou ainda a realização de despesa até ao montante global de 35 mil euros para prémios, condecorações e ofertas visando o apoio a eventos de natureza lúdica, cultural e desportiva, promovidos pelas mais diversas instituições do concelho.