A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai alargar o projeto das Hortas Urbanas, existentes junto ao Parque da Devesa, a várias freguesias do concelho. A novidade foi avançada pelo edil Paulo Cunha, durante a cerimónia de assinatura dos acordos de utilização das hortas do Parque da Devesa, no dia 15 de março.

Quase a completar um ano de existência, as Hortas Urbanas, localizadas numa das entradas “mais bonitas” da Devesa, com vista privilegiada para o caminho das árvores pintadas, têm-se revelado “um verdadeiro sucesso”. “Basta visitar o local e perceber a dedicação e empenho que os hortícolas prestam àqueles espaços. As frondosas alfaces e couves, o alho francês e o feijão-verde que floresce por entre outras leguminosas, são a prova do êxito das Hortas”, avançou fonte da autarquia.

A paisagem já nada tem a ver com aquela que se via há um ano, quando se iniciou o projeto. Hoje, o verde resplandece e o perfume das ervas aromáticas conquista. A “originalidade e criatividade dos espantalhos” também não deixam “ninguém indiferente”. “Não há dúvida que as Hortas Urbanas são uma mais-valia para as famílias famalicenses, que têm aqui não só um contributo para a economia familiar, mas principalmente uma fonte de bem-estar física e psíquica proporcionada através do contacto com a natureza e o ambiente”, afirmou Paulo Cunha.

Neste momento, a autarquia está já a proceder ao levantamento dos terrenos municipais apropriados para a criação de hortas.