O falso padre detido há mais de uma semana pela Polícia de Segurança Pública de Santo Tirso, enquanto celebrava um baptizado na freguesia de Areias, em Santo Tirso, está desaparecido desde as 6h30 da manhã de terça-feira.

Segundo o Jornal de Notícias, o último contacto realizado por Agostinho Caridade, terá sido alegadamente, para um canal de televisão, a fim de os informar da sua possível fuga ou suicido.

O carro usado pelo falso padre, um Peugeot 106 azul, que segundo o JN está registado no nome de uma mulher da Trofa, terá sido encontrado junto ao mar, em Cabedelo, Viana do Castelo, com paramentos, livros religiosos e de exorcismo.

A capitania, patrulhou toda a área, mas não encontrou qualquer indício de um suicídio. No entanto garantiu uma maior vigilância em todo o perímetro.

Agostinho Caridade, ainda não foi visto desde a entrevista que deu ao canal de televisão TVI, continuando portanto desaparecido.