Confeitaria Torres e F.Corse estiveram frente a frente para cumprir um dos jogos da 7ª jornada da Liga de Futebol de 7 da Academia da Louseira.

De um lado, especialistas na restauração, do outro azes na arte da caixilharia em alumínio. O facto de a F.Corse estar sediada em Vizela não impede que os colaboradores se desloquem, semanalmente, à Academia da Louseira, para um jogo entre amigos. Daí a fazer parte da Liga de Futebol de 7 foi um passo. “Aceitamos o convite com agrado, porque participar num evento destes é gratificante para as empresas, para conhecê-las e promover o convívio entre as pessoas”, afirmou Hermano Mota, representante da equipa, que também sublinhou as “excelentes condições” da Academia para praticar a modalidade.

O campeonato está “a correr muito bem” para a F.Corse, que ainda não conheceu outro sabor que não o da vitória. O mesmo não se aplica à equipa da Confeitaria Torres, empresa sediada em S. Martinho de Bougado, que ainda não pontuou. Vítor Dias, porta-voz do grupo, lamenta o adiamento de alguns jogos, pedido por outras equipas, que complica ainda mais o entrosamento do grupo que “que pela primeira vez joga num torneio”.

O jogo terminou com a vitória da F.Corse por 7-2. No fim de semana, num jogo em atraso, a Rifel venceu a Litel por 5-2, conseguindo o mesmo resultado no embate com a Sanimaia. Com sete jogos realizados, a Rifel ocupa o 1º lugar, com 16 pontos. Já o Restaurante Braguinhas conseguiu a primeira vitória, no jogo com a Litel que acabou num 4-1, enquanto a Trofilétrica ganhou à Falual por uma bola a zero. A F.Corse é o vice-líder, com 15 pontos, à frente da Sanimaia, que tem dez, da Trofiletrica, que tem dez, da Falual, que tem nove, do Aquaplace, que tem cinco, e do Restaurante Braguinhas, que tem quatro. A Confeitaria Torres e a Litel ainda não pontuaram.