Este sábado, 5 de julho, começa mais uma edição da ExpoTrofa, que se prolonga até ao dia 13. Este ano, são 160 stands que ocuparão o recinto da nova estação de comboios, com empresas, artesãos e associações.

Todos os anos, uma das grandes provas de fogo da comissão de festas em honra a Nossa Senhora das Dores é a organização da ExpoTrofa. Dois mil e catorze não foi exceção e um dos principais obstáculos foi convencer as empresas a investirem na participação do certame.

José Magalhães Moreira, membro da Comissão de Festas (CF) e responsável pela organização do certame – em conjunto com a Câmara Municipal – recuou dez anos para fazer uma comparação: “Naquela altura, encontramos dificuldades que se prendiam com a disponibilidade das pessoas de estarem nos stands durante a Expo e nunca houve a invocação de dificuldades económicas. Mas este ano sentimos isso, porque as pessoas querem vir para cá e ter retorno imediato, o que não é fácil para algumas empresas”.
O esforço da CF, porém, levou o processo a bom porto e à ocupação de “todos os stands disponíveis”. Serão 80 as empresas que mostrarão a vitalidade e o empreendedorismo do tecido empresarial concelhio.

Este ano, o número de stands para artesãos aumenta para 30 e as tasquinhas, exploradas por associações, prometem continuar a ser um dos maiores chamarizes para o evento. Este ano, assim como os artesãos, as coletividades que vão explorar a praça da restauração têm um incentivo extra, uma vez que não vão pagar pelo aluguer.

Esta alteração introduzida, recentemente, no regulamento da ExpoTrofa constitui uma das barreiras a ultrapassar pela CF, que terá menos de “cerca de oito mil euros” de encaixe financeiro, afirmou Magalhães Moreira, que considerou a alteração “interessante”, por permitir que o número de representantes do artesanato aumente.

Mas urge colmatar o corte financeiro e, para isso, a CF vai beneficiar do facto de o bar das festas esteja perto do certame. “Sem dúvida que é uma mais-valia muito importante ter o bar ao lado da Expo”, evidenciou Alfredo Gomes, presidente da CF.

Renato Pinto Ribeiro, vereador do Turismo da Câmara Municipal da Trofa, ressalvou que, perante a redução de receita, a CF será compensada no subsídio atribuído de 130 mil euros e que foi aprovado por unanimidade na reunião de executivo de quinta-feira.

 

Animação a cargo das juntas de freguesia

Outra das novidades é a animação dos nove dias de certame, cuja maior parte cabe às juntas de freguesia, “parceiras fundamentais”, sublinhou o vereador. Face à reforma administrativa, que resultou na redução de freguesias no concelho, as juntas das uniões de freguesias terão a responsabilidade de animar dois dias, à exceção da do Coronado, que optou por se representar apenas num. O outro será colmatado pela Câmara Municipal, que terá dois dias para animar o recinto.

Para evitar menos afluência do público em dias de jogos do Mundial de futebol, a autarquia providenciou um ecrã gigante, que fará a transmissão da fase final da competição. “Foi algo que não estava previsto e tivemos de arranjar uma solução. Com o ecrã, evitamos que as tasquinhas tenham menos afluência do que o normal”, explicou Renato Pinto Ribeiro.

 

160 stands

Estendendo-se por uma área com 2,7 hectares, nas imediações da nova estação de comboios, a ExpoTrofa terá 160 stands. A praça da alimentação será explorada por oito tasquinhas de refeições e duas de sobremesas, enquanto os artesãos contarão com cerca de 30 stands e as associações com 34, em que “quatro regressam e cinco marcarão presença pela primeira vez”, anunciou Renato Pinto Ribeiro. A área de exposição empresarial será composta por 80 stands, entre eles, alguns gastronómicos. O palco completa o recinto e por lá passarão os grupos culturais, desportivos e musicais. Este ano, todas as juntas de freguesia se associaram ao evento.

 

Acaba a Expo, começa o BE LIVE

Logo a seguir à ExpoTrofa, a estrutura mantém-se para receber o BE LIVE, evento dedicada à juventude, de 17 a 20 de julho. Richie Campbell é o cantor que fará as honras de abertura da festa, com concerto marcado para as 22.30 horas. Frankie Chavez e Dengaz são outros dos grandes nomes presentes no cartaz, que além da música também vai privilegiar a comédia, com o espetáculo de João Seabra, Miguel 7 Estacas, Hugo Sousa e Rui Xará. Haverá ainda teatro, animação de rua, danças urbanas, ballet e desportos radicais.