O Agrupamento de Escolas Coronado e Covelas tem, desde 19 de novembro, uma nova Comissão Administrativa Provisória. O antigo presidente, José Magalhães, deixou funções para integrar o Gabinete do Secretário de Estado da Educação.

O Agrupamento de Escolas de Coronado e Covelas tem uma nova Comissão Administrativa Provisória liderada por José Faria, que ocupa assim o lugar de presidente após a demissão de José Magalhães. O professor que foi até há bem pouco tempo presidente da Comissão Administrativa Provisória (CAP) do Agrupamento de Escolas Coronado e Covelas tinha sido convidado pela Direção Regional de Educação do Norte (DREN) a formar uma CAP e tomou posse em julho deste ano. Quatro meses depois deixa a CAP, cuja direção se demitiu, e passou a integrar a equipa de João Grancho, recentemente empossado Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, assumindo o cargo de Adjunto.

Para Isabel Cruz, diretora regional de educação do Norte, o convite feito a José Magalhães foi “um voto de confiança”, demonstrando a “forte competência na sua formação académica e profissional”. “Ao nível da educação, têm saído da Trofa pessoas, que dada a sua competência, vêm ocupar lugares de grande responsabilidade”, frisou. Por esta razão, Isabel Cruz teve que procurar uma nova equipa que tivesse “a capacidade e humanismo de olhar uma escola, não enquanto um espaço de práticas das políticas, mas de política educativa”. Dentro de “todas as pessoas que tinha disponíveis”, a diretora procurou uma equipa com “um perfil indicado”, para que faça “da escola um local de trabalho em prol da educação”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

{fcomment}