À semelhança do que aconteceu por todas as escolas do país, a Escola Secundária da Trofa assinalou o “Dia do Diploma” e premiou todos os alunos que tiveram um bom entrega-diploma-de-merito-(.jpgaproveitamento durante o ano lectivo 2007/2008.

Maria Rita e Hugo Miguel foram dois dos protagonistas do “Dia do Diploma” assinalado na Escola Secundária da Trofa, na passada sexta-feira. Os dois alunos tiveram o melhor aproveitamento no ano lectivo 2007/2008 e receberam um prémio de mérito escolar, à semelhança do que aconteceu com outros jovens de todas as escolas secundárias do país.

A iniciativa, impulsionada pelo Ministério da Educação e que decorreu pela primeira vez este ano, reconheceu todos aqueles que terminaram com sucesso o 12º ano. Na Trofa dezenas de jovens receberam um diploma das mãos dos directores de turma.

Perante alunos, pais e professores, Bernardino Vasconcelos, presidente da Câmara Municipal da Trofa, felicitou os distinguidos e aconselhou-os a ter uma decisão “pragmática” no momento de escolher a futura profissão, tanto os que vão seguir o ensino académico como os que vão tentar entrar no mercado de trabalho.

Vasconcelos não deixou também de referir um dos projectos desenvolvidos pela autarquia e que visa a promoção de jovens empresários em início de carreira. “O DNA Trofa é uma associação para a inovação e desenvolvimento que engloba empresários do concelho, IAPMEI e as instituições bancárias. Esta associação acolhe projectos dos jovens, que precisam de apoio de capital de risco”.

Satisfeito com esta iniciativa do governo, o presidente da autarquia referiu que “este diploma é uma referência que o jovem passou por esta escola, atingiu os seus objectivos e o seu esforço foi recompensado”. O edil destacou o papel activo da Escola Secundária “que se tem virado para a comunidade, sociedade e mundo empresarial” e, inclusive, “procura pontes com a própria autarquia”, que por sua vez “contribuiu para a pavimentação do exterior, mesmo não sendo da sua competência”.

“Temos jovens qualificados, são os homens de amanhã e qualquer presidente de Câmara que tenta construir um território, à medida que vê nascer estes jovens adultos na transição para a vida activa com bons resultados fica naturalmente satisfeito”, referiu.

Já o presidente do conselho executivo da Secundária da Trofa, José Manuel Antunes, destacou a visibilidade que a escola e todos os seus intervenientes ganham com este tipo de iniciativas: “este dia do diploma permitiu dar uma maior visibilidade à escola e ao ensino público, aproximá-lo da comunidade. Foi uma forma eloquente de premiar os nossos alunos e de os incentivar a progredirem e a serem cidadãos de corpo inteiro. Os nossos jovens, as suas famílias e todos os agentes envolvidos no processo educativo vêem reconhecido o mérito do seu trabalho”.

Ivo Silva foi um dos alunos que receberam diploma por bom aproveitamento no passado ano lectivo. Ao NT/TrofaTv o jovem enalteceu a iniciativa “por reconhecer o trabalho dos alunos durante um ano árduo e difícil”. A boa média não foi suficiente para se candidatar a Medicina e por isso vai continuar na Escola Secundária e depois tentar a sua sorte no país vizinho.

Depois da entrega dos diplomas, a escola promoveu um Porto de Honra com os alunos premiados e restantes elementos da comunidade educativa.

{flvremote}http://trofa.otos.tv/videos/entrega_diplomas_merito.flv{/flvremote}
Cátia Veloso