“Do que depender do BE, o metro chegará mais cedo ou mais tarde à Trofa”

Pela primeira vez, os boletins de votos vão contar com um novo partido político. Por achar que a política está “demasiado enviesada à direita”, o BE surgiu na Trofa, com um projeto novo e pessoas de “largo espectro social e profissional”. Realizada às 17 horas do dia 19 de setembro, a entrevista pode ser vista na integra na TrofaTv (www.trofa.tv).

O Notícias da Trofa (NT): No manifesto eleitoral assume como compromisso o apoio social. Que propostas tem?

Gualter Costa (GC): As propostas que o Bloco têm a ver, por exemplo, com a oferta de cabazes com bens essenciais de higiene e alimentação às famílias mais carenciadas, mensalmente. Tem a ver com as ajudas do pagamento das contas da água, da luz e do saneamento. Com o Bloco, nenhuma família pode ficar sem isto devido a dificuldades financeiras. O apoio com medicamentos aos idosos carenciados, a manutenção do transporte escolar gratuito, a oferta do pequeno-almoço nas escolas e que as cantinas estejam abertas em período de férias e não somente para comunidade escolar, mas também para a comunidade em geral, porque temos os serviços que podem servir, especialmente no Coronado e noutras áreas do concelho, como cantinas sociais.

Leia a reportagem completa na edição do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.