“As principais preocupações resumem-se ao bem-estar da população”

A candidatura de Carlos Oliveira à União de Freguesias do Coronado tem como projetos prioritários a área social e o progresso da Vila do Coronado.

 

O Notícias da Trofa (NT): O que o leva a candidatar-se à União de Freguesias do Coronado?

Carlos Oliveira (CO): Nos tempos de hoje é preciso alguma coragem para aceitar ser candidato para a assembleia de freguesia. Os tempos estão muito difíceis não é qualquer um que assume tamanha responsabilidade mas não podia virar as costas numa altura destas. Gosto da freguesia sou natural da freguesia, conheço-a desde pequenino, sinto que tem havido pouco progresso através dos tempos.

 

NT: Quais são os projetos que vai apresentar para o mandato?

CO: As principais preocupações deste partido resumem-se com o bem-estar da população. Como tal pretendemos fazer, dentro dos nossos possíveis, com que todos os cidadãos se sintam bem fazendo uma fusão do que mais desejam para o Coronado. Pelo que nos temos apercebido, as pessoas queixam-se muito das condições das suas ruas, da falta de passeios e de não terem mais espaços onde se possam juntar para descontrair como tal tentaremos criar condições para que isso possa acontecer a médio prazo.

Outro dos problemas que esta freguesia tem é o grande número de pessoas carenciadas que precisam mais de apoio.

Uma das coisas que também podemos ouvir com grande frequência nesta freguesia é a falta de convívio entre a população, seja jovens ou idosos. Os jovens queixam-se de falta de desporto nesta freguesia, os idosos de falta de quem lhes dê um pouco de atenção. A ideia seria organizar eventos que pudessem motivar mais as pessoas regularmente.

 

NT: Qual o projeto/área prioritário(a) caso seja eleito?

CO: Uma das nossas especiais atenções será principalmente para a área social e progresso. Hoje em dia, a situação não está fácil e as pessoas precisam de mais apoio e de algo que as incentive na procura de soluções.

 

NT: Considera importante que a Câmara e a Junta de Freguesia sejam governadas pelo mesmo partido político? Porquê?

CO: Não. A população não precisa de ser “governada” por pessoas que se conhecem de um mesmo partido. Estas apenas precisam de alguém que resolva as suas necessidades e que seja dinâmico.