Formandos da Forave participaram no último encontro do projeto Grundtvig, que tinha como objetivo conhecer e enriquecer a cultura europeia dos participantes.

Chegou ao fim o projeto Grundtvig, intitulado “Our Continent, Our Culture”, que decorreu ao longo dos últimos dois anos. O último encontro teve lugar em Belfast, na Irlanda, de 12 a 16 de maio, onde também marcaram presença formandos da Forave (Escola Profissional Tecnológica do Vale do Ave).

O projeto tinha como objetivo inicial avaliar em que medida os formandos se consideravam europeus e se todos partilhavam uma cultura europeia. Segundo fonte da Forave, o trabalho culminou em “dois anos de partilha, de diálogo e de encontro”.

Os 57 formandos e coordenadores estrangeiros, que se juntaram aos anfitriões irlandeses, debateram sobre a cultura e história europeias, a mudança do papel da mulher a partir de 1945, a experiência do pós-guerra e a transição das ditaduras para a democracia.

Cada país aprofundou os conhecimentos sobre as especificidades da sua própria cultura através de filmes, apresentações, jogos interativos, dicionários online, que partilharam entre todos nas visitas transnacionais.

Hélder Bezerra, formando presente nesta viagem, refere que “a comunicação foi fácil” e que todos foram “capazes de rir, conversar, aprender e, talvez, ensinar”, acrescentando: “Apesar das nossas diferenças podemos dizer que cada um de nós também é europeu”.

João Martins

{fcomment}