urbanizacao-barca-1 

A Associação de Moradores da Urbanização da Barca estreia uma equipa de juniores para conquistar o campeonato concelhio. O presidente da colectividade quer ver o espaço da urbanização revitalizado e conta com o apoio dos executivos da Junta de S. Martinho e da Câmara Municipal.

A equipa é nova e o objectivo é ambicioso: ser campeão do campeonato de juniores. Foi com este intuito que Fábio Ferreira montou uma equipa neste escalão e que vai militar no campeonato concelhio. No grupo, jovens alimentam a paixão pelo futsal e nem o asfalto do velho campo da Urbanização da Barca os faz esmorecer na hora de confirmar a meta. A ausência de balneários também parece não ser obstáculo para estes “craques” que aliam o gosto pela bola com a defesa da associação que tem 12 anos.

No passado sábado fizeram um jogo de apresentação, onde puderam mostrar todo o talento que os move. Nesse dia, os jovens tinham o campo limpo e novas redes a circundá-lo, tudo afincadamente preparado pelo presidente Heitor Correia, que na noite anterior quis que “tudo estivesse limpo para os miúdos”.

Há quatro a presidir a Associação de Moradores da Urbanização da Barca, Heitor quer manter intacto o único objectivo pelo qual a colectividade nasceu: defender os interesses dos moradores. Hoje, confessa, esses mesmos “estão afastados” da associação e os que ainda mantêm ligação “só valorizam o desporto”.

Numa leve pincelada pelo passado da AM Urbanização da Barca, o presidente conta que começou com uma equipa feminina, passando para veteranos masculinos e alargando-se para os escalões mais jovens. “Ainda tivemos uma equipa de futebol de 11, mas as elevadas despesas fizeram com que tivéssemos que desistir”, explica.

Neste momento e por influência dos moradores, esta associação está unicamente vocacionada para o desporto, mas não faltam projectos que fazem Heitor Correia alimentar o gosto pela revitalização da colectividade. Para isso conta com a esperança do apoio do presidente da Junta e da nova presidente da Câmara, Joana Lima.

“Estou certo que vão cumprir com o compromisso de fazerem obras aqui e por conversas que tenho tido com o presidente José Sá, daqui a dois meses as obras poderão começar”, referiu.

No projecto de requalificação da urbanização consta os tão desejados balneários, um campo com relva sintética, um espelho de água, um jardim e um parque infantil.

Heitor Correia tem grande esperança que “agora com uma mulher a mandar, a Urbanização vai ter sorte”.

Com o afastamento de alguns moradores, o presidente suspeita que sem ele a associação cairia, mas não pretende deixá-la à sua sorte. “Não vai cair, porque vem aí eleições e a lista está praticamente composta. Dá-me prazer ver a juventude a praticar desporto”, explicou.

Mudança de instalações esteve em equação

A notícia foi dada em exclusivo ao NT. A AM Urbanização da Barca equaciona mudar as instalações da sede e integrar uma série de projectos que dêem dinâmica à colectividade. O acordo tinha sido feito com o até então candidato à Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, José Leitão, de mudar a sede para um espaço maior. Agora, o projecto ainda está a ser pensado, mas a “elevada renda” dificulta a acção da direcção que necessita de apoios. Na nova sede, Heitor Correia pensa colocar um espaço com computadores e internet e onde as crianças possam estar depois das aulas enquanto os pais não chegam a casa.

Para além disso, o presidente pensa ainda num mini-campo de futebol para os mais pequenos e instalar uma espécie de consultório de massagistas para tratar os seus atletas e celebrar um protocolo com a Associação de Futebol Popular da Trofa para cuidar de todos os que participem nos campeonatos concelhios.