"Uma escola-piloto, que cada vez mais serve de exemplo para o desenvolvimento das restantes escolas do país". Foi desta forma António Leite, Director Adjunto da DREN, classificou a Escola EB 2,3 Napoleão Sousa Marques, que na semana passada festejou os 25 anos de construção.

aniversarioescola.jpg"Cartões electrónicos, quadros interactivos, criação de Clubes são apenas algumas das novidades que o Ministério da Educação pretende ver implementadas nas escolas mas que a EB2/3 Napoleão Sousa Marques já tem a funcionar. Paulino Macedo, presidente do Agrupamento Vertical de Escolas da Trofa realçou ainda a directiva enviada às escolas no sentido de, no seguimento das instruções da ASAE – Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, adjudicar a empresas a confecção das refeições para evitar situação de falta de qualidade e higiene nas refeições. O responsável está ciente de que tal não será preciso já que "na nossa escola as refeições são confeccionadas dentro das normas impostas, temos todas a condições de higiene e segurança, e até com um toque maternal do nosso pessoal que sempre trabalhou com muito carinho e dedicação", frisou.

Em dia de festa, foi com um "brilhosinho nos olhos" que Paulino Macedo falou do projecto pioneiro em todo o país, da introdução de "um Plano de Segurança que controla ou permite que os alunos façam a gestão do seu próprio dia-a-dia, através do seu cartão electrónico para entradas, saídas, consumos no bar, cantina, papelaria, e permite também o acesso dos encarregados de educação em casa, tenham essa informação toda online" e que está agora a ser implementado noutras escolas a partir da DREN. "Temos um projecto que pretendemos ver colocado em prática brevemente. Há novas directivas da comunidade europeia e do Ministério da Educação com as algumas medidas que se prendem até com a fiscalização que a ASAE vem fazendo a tudo o que é instituições públicas e particulares. Temos que fazer um diagnóstico do que não temos para adquirirmos e estamos também numa fase de acção de formação para a preparação de todas as pessoas que manipulam os alimentos, com aprovação do Centro de Saúde da Trofa e o Centro de Formação da Trofa", adiantou o Paulino Macedo.

Apesar deste projecto, o estabelecimento de ensino que actualmente tem 874 alunos, tem várias fragilidades como "a inexistência de um anfiteatro, mais salas para desenvolver clubes, uma biblioteca integrada na Rede Nacional de Bibliotecas", entre outras coisas que só com o tempo são adquiridos, contando com o apoio de entidades quer da Direcção Regional de Educação do Norte, quer junto do Ministério da Educação.

Esta escola é um motivo de orgulho "já que a ministra da educação vai começar a colocar agora muitas coisas que nós já temos noutras escolas como cartões electrónicos e quadros interactivos. Temos outros projecto em marcha como por exemplo a conclusão do parque de estacionamento que foi iniciado pela associação de pais, com quem a escola tem colaboração, vamos ainda apetrechar o estabelecimento de ensino com computadores, para os próprios funcionários, que automaticamente marca a falta ao professor, para que cada vez menos andem papeis a passar para os serviços administrativos", frisou.

Por seu lado António Leite, Director Regional Adjunto da DREN, justificou a sua presença nesta iniciativa como " reconhecimento que a Direcção Regional de Educação do Norte tem pelo trabalho excelente que é feito nesta escola, pelo trabalho de preparação de crianças e jovens para o futuro, assim como pelo trabalho para o desenvolvimento da comunidade em que se insere".

Medidas-chave já tomadas pela Escola EB 2,3 Napoleão Sousa Marques e que servem de exemplo para outras escolas são "os dois cursos de educação formação, em colaboração com algumas empresas da região. São dois cursos de carácter bastante pesado e nunca poderiam ser feitos com os recursos físicos e humanos da escola. No entanto o estabelecimento procurou recursos fora dos seus muros. Este é um dos aspectos que gostaria de salientar, bem como nas inovações em que esta escola já é pioneira", concluiu o responsável.