Select Page

Ecossistema

Um Ecossistema é um sistema de organismos vivos que interagem não só com o meio físico que os rodeia mas também com a química ambiental e com o meio social e biológico em que estão inseridos.

  Os organismos e o seu meio formam um todo, apesar de cada um ser um "ser" individual. Aqui inclui-se todos os organismos que aí residem e o ambiente físico, com o qual interagem de forma que um fluxo de energia conduza a estruturas bióticas claramente definidas e ao ciclo de materiais entre as partes vivas e mortas. Ambas as componentes de um sistema ecológico são essenciais para a manutenção da vida tal como a conhecemos na Terra e são caracterizados pela diversidade das suas espécies.

Quando tal não acontece há a necessidade de Requalificar esse Ecossistema. No caso da Requalificação Ribeirinha teremos de ter em atenção as suas quatro funções primordiais e respeitantes à Biofísica, à Paisagística, à Hidráulica e à Económica. É que o Ecossistema Ribeirinho quando bem estruturado e em equilíbrio é capaz de desenvolver as ditas funções. Se porventura uma função é explorada para além da aptidão que este ecossistema apresenta, entra em desequilíbrio e as outras funções ficam comprometidas. Nesta perspectiva são de louvar todas as acções que contribuem para esta dita requalificação. Naturalmente que nos estamos a lembrar, por exemplo, da requalificação das margens do RIO AVE, onde a implementação do PARQUE DAS AZENHAS é um factor decisivo e de grande mérito, na nossa opinião.

 Por falar no Parque das Azenhas queremos salientar o facto de ter estado recentemente em audição pública o Plano de Pormenor correspondente, ou seja, decorreu a fase de audição ao público, durante a qual todos os interessados, quer individual ou colectivamente (Instituições) puderam proceder à formulação de sugestões, bem como, à apresentação de informações sobre quaisquer questões que possam ser consideradas no âmbito do respectivo procedimento de elaboração do Plano de Pormenor. Queremos aproveitar esta oportunidade para dizer que o mesmo não deixa de ser um projecto extremamente ambicioso e capaz de mudar a face do nosso Concelho, devolvendo o Rio Ave à população Trofense, e não só, e criando uma nova zona de preservação do Património Natural e Edificado.

Deve pretender-se um Rio Ave completamente despoluído, com frentes ribeirinhas ordenadas e transformadas em espaços turísticos e que viabilizem novas iniciativas economicamente sustentáveis, ou seja, um novo território atractivo e de novas oportunidades. Para além destes aspectos não nos podemos esquecer das potencialidades que deveremos passar a ter, nomeadamente nas vertentes do Lazer, do Recreio e do Desporto. Logo a Qualidade de Vida dos Trofenses será melhorada. Assim o desejamos. Terminamos dizendo:

SEJA AMIGO DO AMBIENTE!

 

ALBERTO MAIA

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização