“Até as lágrimas vieram aos olhos”. A dupla alvarelhense, constituída por Paulo Martins e Mário Maia, estava satisfeita por ter sido consagrada campeã nacional de Setas Sisal, depois de vencer as finais nacionais, que se realizaram entre os dias 28 e 31 de maio, em Cartaxo, Santarém. No último jogo, a dupla venceu por 5-2 e até derrotou um par, que tinha como elemento o bicampeão nacional individual.
Mário Maia contou que a dupla “não estava à espera” deste desfecho, uma vez que para chegar às finais nacionais teve um longo caminho a percorrer. Depois de participar em “sete ranking”, a dupla tinha que ficar pontuada “nos primeiros 12 do Porto”, que se juntariam aos “16 de Lisboa, 16 do Algarve e 16 de Santarém” para chegar ao “campeão nacional”. “A gente foi indo e ficamos apurados no Porto. Lá em baixo, fomos jogando jogo a jogo e quando chegamos às meias finais já se sentia o bichinho. Por acaso foi bonito”, referiu.
Para Mário Maia esta foi “a primeira vez” que este ano jogou a pares, uma vez que “não tem tido muito tempo”.
“Foi a primeira vez que jogamos e tiramos um troféu nacional”, terminou.