Mais uma vez na disputa do título de campeão nacional, desta feita no pool português, o Clube Slotcar da Trofa ficou a um jogo para a qualificação dos oito finalistas nacionais.
“Por vezes, a sorte de um bom sorteio também é factor decisivo nesta fase do campeonato e, efetivamente, defrontamos adversários de enorme valor,” explicou Rogério Oliveira, capitão da equipa do Clube Slotcar da Trofa, após ter ficado a um jogo da qualificação para os oitavos de final na disputa do título de campeão nacional de pool português da 1.ª divisão, que se realizaram de 19 a 21 de junho, em Coimbra. “Sabíamos que iríamos encontrar um primeiro adversário muito forte, o Sporting Clube de Portugal, que foi curiosamente o vencedor da Taça de Portugal, que também já estavam em competição na prova há mais tempo, o que lhes permitiu ter outra abordagem na mesa”, frisou.

Após a entrada com o pé esquerdo, a equipa trofense – que perdeu no primeiro jogo com o Sporting Clube de Portugal por 9-6 – venceu o União de Santarém (9-7) e o Clube Bilhar os Netinhos (9-8), regressando às derrotas com o FC Bom Sucesso da Madeira (9-5), que ditou o regresso da equipa à Trofa.

Para Pedro Forte, diretor desportivo do Clube Slotcar da Trofa, foi possível “tirar várias ilações nesta competição,” uma vez que se tratou de uma prova “desgastante”, quer em “termos físicos como mentais”. “É bastante desgastante e este é um ponto importante a rever nestas competições, já que implica que haja uma maior rotatividade entre jogadores e que estes se encontrem num nível muito similar”, afirmou.

No que diz respeito à reação da equipa trofense face aos resultados obtidos na competição, o diretor desportivo salientou que a equipa soube fazer uma “boa avaliação do que esteve bem e do que esteve mal”. “A equipa, como é unida, soube fazer uma avaliação e penso que na próxima época haverá pontos a corrigir para que possamos ser ainda mais fortes e competentes,” completou. 

João Pedro Costa, presidente do Clube Slotcar da Trofa, enalteceu o trabalho dos atletas envolvidos, que durante toda a época competiram no distrito do Porto com resultados de “grande qualidade”, o que além de ter “contribuído para estar entre os melhores de Portugal, colocaram o nome da Trofa em destaque pela positiva”. “Da parte da direção do Clube Slotcar da Trofa, o compromisso está assumido. Vamos manter uma forte aposta para que na próxima época possamos manter o nosso lugar, entre os melhores de Portugal. Espero que esta onda positiva e de resultados relevantes contribuam para que os mais jovens sintam o despertar do interesse para a modalidade de bilhar, a segunda mais praticada em Portugal, logo a seguir ao futebol, e com a vantagem de ser transversal a todas as idades, pondo todas as gerações em contacto”, realçou.

Nesta competição, o clube da Académica sagrou-se campeão nacional de pool português e o Sporting Clube de Portugal foi o vencedor da taça de Portugal de pool português.