quant
Fique ligado

Edição 447

Dojo Murakami teve aula “mais relaxada”

Publicado

em

Dojo Murakami da Associação Recreativa Juventude do Muro (ARJM) acolheu alunos do Dojo da Póvoa de Varzim, para uma aula relaxada, que terminou com a entrega de cintos. 

“Uma aula mais relaxada” foi assim que Filipe Ferreira, instrutor assistente do Dojo Murakami da ARJM, classificou o treino de domingo, 10 de novembro, que incidiu sobre taiso e karaté.

A aula começou pelo Taiso, que é “um aquecimento mais de flexibilidade e de respiração”, seguido do “Kion (várias técnicas de defesa/ataque)” e “um pouco de pontapés”, como “Mae-geri e Yoko’s”, terminando com as “Katas Taikyoku shodan e Heian Shodan”.

Filipe Ferreira contou que o treino seguiu “sempre no espírito que eles se consigam concentrar mais e entrar mais no espírito”, para que os exercícos tenham “mais intensidade e sentimento”.

No final da aula, houve a entrega de cintos amarelos aos alunos da Póvoa de Varzim, de forma “a premiar” a sua passagem no “exame que tiveram há duas semanas”. Segundo o instrutor assistente, cada “passagem é contínua” e para receber o cinturão têm que “merecer cada etapa”, conseguindo “ultrapassa-la, mas sempre com o muito esforço, trabalho, dedicação e sentir o karaté, que não é só uma marte supercial, material”, mas “é mais filosofica, tem mais sentimento, intensidade e por isso é mais especial”.

Para o Mestre Arlindo Ferreira, o treino “correu muito bem”, estando já a pensar nas próximas atividades. No dia 8 de dezembro está previsto haver o habitual encontro, onde toda a comunidade é convidada a conhecer o Dojo e modalidade.

Já no dia 21 de dezembro é a festa de Natal, que este ano será realizada na Póvoa de Varzim. A iniciativa começa com uma aula de karaté, seguida da festa, que, além da tradiconal troca de prendas, conta com o bolo comemorativo do 11º aniversário com a fotografia dos elementos que compõem os dois dojos.

Publicidade

As aulas decorrem às segundas, quartas e sextas-feiras, entre as 19 e as 21 horas.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 447

Interculturalidade celebrada com almoço

Publicado

em

Por

 

A interculturalidade vai estar em voga na Trofa e no país, no dia 24 de novembro, com a iniciativa “Família do Lado 2013”. Promovida anualmente pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, a atividade visa o intercâmbio entre famílias trofenses e estrangeiras, através do Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes (CLAII).

“’Família do Lado’ é uma ação que se reveste de um cariz de proximidade entre famílias autóctones e imigrantes através da realização de um processo de construção de uma relação”, afirmou fonte da autarquia. A iniciativa culmina com um almoço, na casa das famílias aderentes, pelas 13 horas, para “a troca de culturas, costumas e tradições”.

Segundo a mesma fonte autárquica, esta atividade “é transnacional e desenrola-se desde 2004, contando com a participação de famílias de vários países nomeadamente Portugal, República Checa, Malta, Itália, Espanha, Hungria, Bélgica e Eslovénia, através da rede CLAII”.

Os interessados em saber mais da iniciativa podem contactar o CLAII, na Rua Conde S. Bento, Centro Comercial da Vinha, ou através do telefone 252 403 690.

Continuar a ler...

Edição 447

Vamos florestar a Trofa! E tu, vais ficar em casa?!

Publicado

em

Por

“Vamos florestar Portugal! E tu, vais ficar em casa?!”. O desafio é feito pela estrutura local do Amo Portugal, que convida os trofenses a passarem “para o lado da solução”, uma vez que os “problemas”, como “os incêndios florestais, a eucaliptização desenfreada, a exploração intensiva, a extração de inertes, as plantas invasoras, o abandono e o despejo ilegal de resíduos não são eternos”.

Nesse sentido, a organização está a preparar uma “manhã cheia de atividades” no dia 23 de novembro, onde vão ser plantadas “árvores autóctones, como Azinheira, Cerejeira-brava, Carvalho-português, Carvalho-negral, Carvalho-alvarinho, Medronheiro, Zambujeiro, Sobreiro, Amieiro, Freixo, Borrazeira-negra, Salgueiro-branco, Ulmeiro, Amieiro, Freixo e Choupo-negro”.

“Já mais de meio Portugal se organiza para Florestar Portugal e a Trofa não é exceção”, avançou fonte da organização, convidando a comunidade trofense a registar-se como voluntário, através do sítio na estrutura local Trofa (http://www.amoportugal.org) ou através de e-mail para (amoportugal.trofa@gmail.com).

Para saber mais informações pode aceder ao blogue (http://amoportugal-trofa.blogspot.pt) ou à página do Facebook (http://www.facebook.com/amoportugaltrofa).

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também