quant
Fique ligado

Edição 447

Desafiar o envelhecimento para ter qualidade de vida

Publicado

em

 

Numa conferência dinamizada pelo Lions Clube da Trofa, o orador Miguel Teixeira abordou os desafios do envelhecimento.

“Ter muitos anos sem qualidade de vida não tem interesse nenhum”. Esta foi a conclusão da conferência “Desafiar o Envelhecimento”, ministrada na noite de sexta-feira, dia 8 de novembro, por Miguel Teixeira.

Na sessão que decorreu no auditório da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, o orador abordou os “desafios do envelhecimento”, caracterizando-o pela “sua normalidade, implicação no tempo, mudanças culturais que tem sofrido ao longo dos tempos e circunstâncias que podem ir contra o envelhecimento tradicional”. Segundo afirmou Zélia Teixeira, companheira de Miguel Teixeira, deve-se “aproveitar a idade para desenvolver outras capacidades e destrezas até aí desconhecidas”.

Perante cerca de 40 pessoas, Miguel Teixeira confrontou “o envelhecimento normal” com a noção de “longevidade” que a sociedade tem, devido ao “desenvolvimento da medicina e dos cuidados de saúde”. Zélia Teixeira denotou que, como agora a sociedade tem “uma vida mais longa”, cada pessoa deve “ser totalmente diferente”, aproveitando os “muitos anos” de vida que tem e a “muita experiência”, para “desenvolver e integrar os valores culturais do princípio da vida com os atuais”, o que é “um elo importante de ligação cultural” e que leva a desenvolver “destrezas que não conhecíamos”, uma vez que existem “outras condições de vida” e “outras potencialidades a nível dos afetos e da mente”.

A conferência foi dinamizada pelo Lions Clube da Trofa, que, segundo a presidente Manuela Oliveira, mereceu um balanço “extremamente positivo”, lamentando a pouca adesão. “Tive pena que a sala não estivesse cheia, mas só perdeu quem não esteve cá. Foi extraordinário e acho que este género de conferências são muito importantes para os cidadãos”, referiu.

“Até ao final do ano”, o Lions da Trofa está a organizar duas atividades, um concurso de fotografia e um workshop de arranjos de Natal. Com esta atividade, que se realiza no dia 23 de novembro na sede do clube, Manuela Oliveira espera que “as pessoas aprendam a fazer coisas novas” com “um formador experiente”, que é “decorador”.

Já até ao dia 29 de novembro, estão abertas as inscrições para o concurso de fotografia, que têm um custo de cinco euros. Qualquer pessoa pode participar, desde que “as fotografias sejam de paisagens da Trofa”. Os prémios são “simbólicos”: Um livro sobre fotografias, um kit de limpeza de lentes e um tripé de mesa. As inscrições podem ser feitas através do e-mail lionsclubedatrofa@gmail.com ou do número 926 685 373. Mais informações na página do facebook.

Publicidade
Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 447

Interculturalidade celebrada com almoço

Publicado

em

Por

 

A interculturalidade vai estar em voga na Trofa e no país, no dia 24 de novembro, com a iniciativa “Família do Lado 2013”. Promovida anualmente pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, a atividade visa o intercâmbio entre famílias trofenses e estrangeiras, através do Centro Local de Apoio à Integração de Imigrantes (CLAII).

“’Família do Lado’ é uma ação que se reveste de um cariz de proximidade entre famílias autóctones e imigrantes através da realização de um processo de construção de uma relação”, afirmou fonte da autarquia. A iniciativa culmina com um almoço, na casa das famílias aderentes, pelas 13 horas, para “a troca de culturas, costumas e tradições”.

Segundo a mesma fonte autárquica, esta atividade “é transnacional e desenrola-se desde 2004, contando com a participação de famílias de vários países nomeadamente Portugal, República Checa, Malta, Itália, Espanha, Hungria, Bélgica e Eslovénia, através da rede CLAII”.

Os interessados em saber mais da iniciativa podem contactar o CLAII, na Rua Conde S. Bento, Centro Comercial da Vinha, ou através do telefone 252 403 690.

Continuar a ler...

Edição 447

Vamos florestar a Trofa! E tu, vais ficar em casa?!

Publicado

em

Por

“Vamos florestar Portugal! E tu, vais ficar em casa?!”. O desafio é feito pela estrutura local do Amo Portugal, que convida os trofenses a passarem “para o lado da solução”, uma vez que os “problemas”, como “os incêndios florestais, a eucaliptização desenfreada, a exploração intensiva, a extração de inertes, as plantas invasoras, o abandono e o despejo ilegal de resíduos não são eternos”.

Nesse sentido, a organização está a preparar uma “manhã cheia de atividades” no dia 23 de novembro, onde vão ser plantadas “árvores autóctones, como Azinheira, Cerejeira-brava, Carvalho-português, Carvalho-negral, Carvalho-alvarinho, Medronheiro, Zambujeiro, Sobreiro, Amieiro, Freixo, Borrazeira-negra, Salgueiro-branco, Ulmeiro, Amieiro, Freixo e Choupo-negro”.

“Já mais de meio Portugal se organiza para Florestar Portugal e a Trofa não é exceção”, avançou fonte da organização, convidando a comunidade trofense a registar-se como voluntário, através do sítio na estrutura local Trofa (http://www.amoportugal.org) ou através de e-mail para (amoportugal.trofa@gmail.com).

Para saber mais informações pode aceder ao blogue (http://amoportugal-trofa.blogspot.pt) ou à página do Facebook (http://www.facebook.com/amoportugaltrofa).

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);