A zona envolvente à capela do Divino Espírito Santo, em S. Mamede do Coronado, encheu-se para assistir ao festival de folclore do rancho mamedense. Espetáculo estava inserido no programa do S. Mamede Convida.

O Rancho do Divino Espírito Santo aproveitou a cedência do palco e do som do S. Mamede Convida para “poupar umas verbas” e realizar o 1º Festival de Folclore, após a sua reativação.

Carlos Ferreira, presidente do grupo, falou em “orgulho” pela concretização de uma ambição que o ano passado não se concretizou devido “a alguns problemas”. “Como temos uma direção jovem, somos capazes de lutar para angariar fundos para que este evento fosse realizado”, frisou.

Na iniciativa, para além do anfitrião, participaram sete grupos: Rancho Folclórico da Casa do Povo de Santo António das Areias (Marvão), Rancho Etnográfico Santa Maria de Touguinha (Vila do Conde), Rancho Folclórico Paço dos Negros (Almeirim), Rancho Barqueiros do Douro – Mesão Frio (Vila Real), Rancho Danças Cantares Marinhas (Esposende), Rancho Folclórico Meirinhas (Pombal) e Rancho de Bairro (Famalicão).

Antes do festival, os participantes reuniram-se num jantar-convívio que decorreu no pavilhão dos Bombeiros Voluntários da Trofa.

Perante um público numeroso, Carlos Ferreira referiu que as expectativas estavam “superadas”. “Estamos orgulhosos e ganhamos forças para que este não seja o primeiro e o último festival”, frisou. O Rancho já tem agendadas atividades para angariar fundos para projetos futuros. Em outubro, terá lugar na zona industrial do Soeiro, uma prova de Freestyle, e em Trinaterra, decorrerá uma prova de motocrosse. Para o dia 19 de outubro está marcada uma excursão à Quinta da Malafaia.