A GNR da Trofa deteve três indivíduos que tentavam vender material de construção roubado, junto a uma sucata em S. Mamede do Coronado.

O alerta foi dado pelos representantes da firma de construção proprietária do material, que seguiram a carrinha com o material até à freguesia de S. Romão do Coronado. A empresa teria já apresentado queixa na GNR da Trofa pelo furto das cofragens, no valor de 3900 euros.

Os militares da GNR terão abordado os indivíduos, com idades entre os 18 e os 22 anos, que começaram por negar o roubo. De acordo com fonte policial, os alegados assaltantes afirmaram que o material pertencia a um familiar. No entanto, os sujeitos acabariam por admitir o roubo protagonizado na quinta-feira, dia 3 de Junho, numa obra na urbanização dos Ambrósios, Vila Chã, concelho de Vila do Conde. Os autores do furto terão, ainda, adiantado que, para além do material que tentavam vender, haveria mais escondido num campo.

Os três jovens foram constituídos arguidos pelo roubo das cofragens e foi-lhes aplicado termo de identidade e residência. O mais velho dos assaltantes foi detido por condução sem habilitação legal, tendo sido presente a julgamento, onde lhe foi aplicada uma pena de cinco meses de prisão, suspensa por um ano. Ao jovem de 22 anos foi, também, levantado um auto de contra-ordenação por falta de seguro de responsabilidade civil.

O material roubado foi devolvido aos proprietários.