Uma década passada e ainda parece que foi ontem que David Fonseca se lançou no projecto a solo com o seu 1º álbum de originais “Sing me Something New”. De regresso aos palcos dos Coliseus do Porto e Lisboa um ano após lançar o seu mais recente disco “Season- Rising”. O público portuense correspondeu ao seu apelo e com casa cheia saudou em grande, uma vez mais, o artista de Leiria.

Os primeiros acordes da noite foram entoados em jeito de megafone e ”Under the Willow” ecoou em todos os cantos do Coliseu acompanhado de uma explosão de confetes anunciando o início de um espectáculo cheio de surpresas.

“A Cry 4 Love”, “Someone that Cannot Love”, “ Kiss me oh Kiss Me” foram alguns dos êxitos mais aplaudidos e em uníssono cantado pelos inúmeros fãs de todas as faixas etárias. David Fonseca, um comunicador nato, brindou o publico com a sua presença em plena plateia e na bancada arrancado suspiros e histerismo colectivo das fãs mais eufóricas.

Já acostumados a covers bastante originais tocados nos seus espectáculos, desta vez os eleitos foram Fun” We are Young”, “What life is for” AC, “Heroes” David Bowie, não esquecendo de Stevie Wonder “ I just called to say i love you” numa divertida rábula nocturna onde David apareceu de camisa de noite.

Apesar de Luísa Sobral não ter conseguido comparecer no Coliseu do Porto como fez em Lisboa, houve uma ligação virtual directa à casa em Paris, cantando assim em dueto o tema do novo álbum “ I Shall Pass”.

O momento nostálgico da noite foi quando o músico cantou o tema eleito pelos fãs no concurso por ele lançado no seu facebook. A música escolhida foi nada mais nada menos que “Lithium” dos saudosos Nirvana deixando o público em êxtase.

Por duas vezes David e a sua banda foram chamados ao palco terminado uma grande noite repleta de boa musica e espectáculo com “What life is for”entre confetes e balões. 

Texto: Adelaide Oliveira

Fotos: Miguel Pereira

Fotogaleria (clica nas imagens para aumentar) 
{phocagallery view=category|categoryid=9}