A equipa da Daro estreou-se em mais uma edição do Transit Trophy. Rui Azevedo e Jorge Areia são os pilotos de serviço.

Dez equipas compõem a edição 2011 do Troféu Transit Trophy, que arrancou no Autódromo do Estoril, no fim de semana. A Daro foi uma das que se apresentou com uma dupla de pilotos, Rui Azevedo e Jorge Areia, na primeira prova que já mostrou que emotividade vai ser uma constante ao longo da competição.

Para a Daro Sports este foi “um arranque a meio gás”, revelou fonte da equipa, devido ao facto de a Ford Transit ainda não ter recebido todas as novidades técnicas previstas para a evolução da viatura. Isso limitou as performances e as ambições nesta prova, face aos adversários já mais bem equipados.

Rui Azevedo foi o primeiro piloto a tomar o volante da viatura da Daro Sports, conseguindo o 6º lugar na primeira sessão de treinos cronometrados. Na tarde de sábado, já na corrida inicial, Rui Azevedo ainda conseguiu chegar ao 3º posto, mas acabou por ceder alguns lugares, face à superioridade técnica das viaturas dos adversários, terminando em 6º. “Depois de perceber que as limitações da nossa Transit nos impediam de entrar em grandes lutas, optei por garantir um resultado interessante nesta primeira prova. Sobretudo sentimo-nos competitivos e sabemos que temos trabalho de casa a fazer, mas com as evoluções estaremos de novo com toda a certeza na linha da frente”, referiu no fim da prova.

 

 

 

O piloto trofense também participou no Campeonato de Clássicos Velocidade 1300, ao volante de Ford Escort, conseguindo vencer nas duas corridas do programa.

Para a segunda corrida do Transit Trophy, estava marcada a estreia do novo piloto da Daro, Jorge Areia. Com a conquista de um 7º lugar nos treinos, Areia partiu confiante numa boa estreia na pista do Estoril, tendo assegurado o 6º posto, depois de uma disputa emocionante com a Transit da formação da FIAAL.

Jorge Areia “estava um pouco expectante para ver como iria ser o fim de semana no Transit Trophy e nas pistas, mas acabou por ser muito divertido”. “Consegui adaptar-me bem a esta nova experiência. Foi bastante emocionante a disputa que mantive com o carro da FIAAL e senti que, logo que possamos ter a nossa Transit mais competitiva, poderei tentar conquistar ainda melhores posições”, frisou.

Depois da primeira prova, a Daro Sports vai trabalhar no sentido de evoluir a viatura para estar presente ao melhor nível já na próxima corrida, que vai acontecer na Rampa Internacional da Falperra, a 21 e 22 de maio, que promete muita animação com o regresso dos espetaculares bólides do Campeonato Europeu de Montanha.