O Sol é essencial para a vida, mas a exposição solar deve ser segura, pois quando em excesso pode trazer muitos problemas para a nossa pele e particularmente, para a pele das crianças.
A pele do bebé é fina e extremamente sensível à radiação solar, por isso é fundamental protegê-la adequadamente. A pele da criança, apesar de ser mais resistente do que a do bebé, ainda é muito sensível ao sol.
O cuidado deve ser intenso nesta fase da vida, porque a maioria das brincadeiras acontecem ao ar livre.   Nesta idade, a criança é incapaz de avaliar o perigo dessa exposição excessiva, por isso, proteger a criança significa, acima de tudo, educá-la. Desta forma, deve-se ensinar às crianças desde cedo a seguirem os passos básicos para protegerem a sua pele do sol.
Apresentamos algumas dicas importantes sobre a proteção solar nas crianças:
– Evite expor bebés menores de 6 meses ao sol. Até esta idade, deve ser realizada a proteção física, isto é, com roupas, chapéus, bonés e sombra. O uso de protetor solar para bebés menores de 6 meses deve ser feito segundo o aconselhamento do profissional de saúde.
– A partir dos 6 meses, escolha um protetor solar especificamente formulado para a pele da criança, com um FPS maior que 50, resistente à água, à transpiração e à areia.
– A quantidade de protetor aplicado na pele da criança é muito importante. Aplique o protetor em todo o corpo da criança de forma abundante e aguarde cerca de 30 minutos antes do início da exposição solar. Reaplique a cada duas horas ou depois do banho de mar ou piscina, ou em caso de transpiração excessiva (mesmo com uma fórmula à prova de água). Não se esqueça de aplicar nas orelhas, nuca e nos pés.
– Evite expor a criança nas horas de intensidade solar máxima (entre as 11 e as 16 horas). Se a exposição for inevitável, além do protetor solar, utilize roupas como forma de proteção.
– A criança deve beber água com regularidade.
– A proteção da cabeça de crianças pequenas é muito importante. Estas devem usar chapéu ou boné que proteja a face, orelhas, nariz e pescoço. Assim, ajuda a reduzir a elevação da temperatura corporal, diminuindo o risco de insolação e de desidratação.
Chegou o Verão, reforce a proteção!
Enfermeiras Elsa Silva e Sandra Costa