Select Page

Cristãos participaram no Dia de Ramos

Cristãos participaram no Dia de Ramos

Em todas as paróquias do concelho da Trofa, milhares de cristãos juntaram-se para recordar a entrada de Jesus em Jerusalém, que marca o início do período conhecido como Semana da Paixão, que culmina com a crucificação e ressurreição de Jesus.

 

O momento foi retratado na celebração do dia de Ramos. No fim de semana, as paróquias assinalaram este momento com a bênção dos ramos.
O padre Luciano Lagoa, vigário da Vigararia Trofa/Vila do Conde, afirmou que a liturgia do dia de Ramos “é muito especial”, porque comporta “duas vertentes: a aclamação, lembrando a entrada de Jesus em Jerusalém, e depois a da condenação de Jesus e todo o mistério da Paixão, que se passou pouco tempo depois em Jerusalém”. “É uma celebração que tem estes dois paradoxos, mas de algum modo é também um espelho daquilo que é a nossa condição humana. A condição humana é capaz do melhor em relação a Deus, de louvor, de ações abnegadas de muitas situações e circunstâncias em que somos capazes de um altruísmo muito grande em relação aos irmãos e aos outros. Mas também somos capazes do pior, de condenar sem razão, de torturar e de matar, o que é bem evidente nos nossos dias”, exemplificou.
O vigário desejou a todos os paroquianos “votos de uma Santa Páscoa”, para que “possam sentir a alegria da ressurreição, sabendo que temos que passar pela morte para chegar à vida”. “A todos aqueles que mais sofrem uma palavra de conforto. Àqueles que podem ajudar, que possam ser solidários uns com os outros, para assim podermos identificar melhor com Jesus Cristo”, desejou.

Domingo celebra-se a Páscoa

Este domingo, 16 de abril, os cristãos recebem em suas casas a visita do compasso pascal, que anuncia a boa nova: a ressurreição de Jesus Cristo. As celebrações pascais têm início com o Tríduo Pascal, a decorrer na quinta-feira, sexta-feira e sábado, com a recriação da última ceia do Senhor, a sua morte e vigília Pascal.
Na Paróquia de Alvarelhos, o Tríduo Pascal tem início pelas 21 horas, na Igreja Paroquial. No Domingo, a missa celebra-se pelas 7.30 horas, seguida da saída das cruzes que vão percorrer a paróquia. A eucaristia de encerramento da visita Pascal está marcada para as 21 horas.
Já em Covelas, o Tríduo Pascal tem início pelas 19 horas, na Igreja Paroquial. O Domingo de Páscoa começa com uma missa pelas 8 horas, seguida da saída do compasso. A eucaristia de encerramento da Visita Pascal está marcada para as 19 horas.
Por outro lado, na Paróquia de Guidões, o Tríduo Pascal celebra-se pelas 21 horas, na Igreja Paroquial. No Domingo de Páscoa, a celebração está marcada para as 8 horas, seguida da saída do compasso. A concentração das cruzes e eucaristia de encerramento da Visita Pascal decorre pelas 17 horas.
Por outro lado, o pároco Rui Alves vai presidir às celebrações pascais na Paróquia de São Cristóvão do Muro. O Tríduo Pascal está marcado para as 21 horas, na Igreja Paroquial.
No domingo, a eucaristia celebra-se pelas 8 horas, com saída do compasso. E como não há concentração das cruzes, há uma celebração pelas 10.30 horas do dia 17 de abril.
Já na Paróquia de S. Mamede do Coronado, as celebrações pascais vão ser presididas pelo padre Manuel Domingues. O Tríduo Pascal também se realiza pelas 21 horas, na Igreja Paroquial. Já no Domingo de Páscoa, há eucaristia às 7 horas, mas a saída do compasso só está marcada para as 9 horas. A concentração das cruzes está prevista para as 19 horas, com uma eucaristia na Igreja Paroquial.
Por outro lado, em S. Romão do Coronado as celebrações pascais serão presididas por “um padre missionário da Consolata”. O Tríduo Pascal também se realiza às 21 horas, na Igreja Paroquial. No Domingo de Páscoa, há eucaristia pelas 8 horas na Igreja, com a saída do compasso. A concentração das cruzes está prevista para as 19 horas, na Capela de S. Bartolomeu, onde vai decorrer uma eucaristia cerca das 19.30 horas.
Na Paróquia de S. Martinho de Bougado, as celebrações do Tríduo Pascal estão marcadas para as 21 horas de Quinta e Sexta-feira Santa, na Igreja Nova. Pelas 15 horas de Sexta-feira Santa há ainda uma Oração Jovem, no mesmo local. Já a Vigília Pascal será celebrada conjuntamente com a Paróquia de Santiago de Bougado, pelas 21.30 horas, na Igreja Matriz de Santiago de Bougado.
No Domingo de Páscoa, a eucaristia está marcada para as 8 horas, com saída do compasso. Como tem acontecido nos últimos anos, a concentração das cruzes está prevista para as 18.30 horas na Capela de Nossa Senhora das Dores, seguindo em direção ao quartel dos Bombeiros Voluntários da Trofa. Depois desta visita, a procissão segue em direção à Igreja Nova, onde será celebrada a eucaristia.
Na Paróquia de Santiago de Bougado, as celebrações de quinta-feira e sexta-feira estão marcadas para as 21 horas, na Igreja Matriz. No final da celebração da Quinta-feira Santa, o Santíssimo Sacramento é levado em procissão para a capela do Baptistério, onde haverá adoração até à meia-noite. Já no Domingo de Páscoa, a celebração da eucaristia realiza-se pelas 8 horas, na Capela de Bairros, mas a “cerimónia de partida das cruzes da visita Pascal” será feita pelas 9.15 horas, na Igreja Matriz. A concentração das cruzes será feita no Largo de Cidai, pelas 19 horas, com saída para a Igreja Matriz, onde se realiza, pelas 20.30 horas, a celebração da eucaristia solene de Páscoa e de encerramento da Visita Pascal.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização