Alunos do 1º Ciclo das Escolas Básicas de S. Martinho de Bougado visitaram moinho da Abelheira.

Os olhares das crianças estavam fixos na roda que andava sem parar, impulsionada pela água que passa junto ao moinho. Para José Rui, aluno da EB1 de Finzes, a visita ao moinho da Abelheira, em S. Martinho de Bougado, foi uma experiência nova. Nunca tinha visto um moinho e na manhã de segunda-feira descobriu como é que se faz farinha de milho. “O mais giro foi ver a roda e a água no chão”, confessou. O colega João Leite também nunca tinha estado num moinho. Viu “a roda, a farinha e o milho”, sabia que “com a farinha faz-se o pão” e até “gostava de ser moleiro”. Henrique Costa acrescentou que para além de pão, “com farinha faz-se cereais”. O menino não hesitou em escolher o mais saboroso: “Os cereais, porque são mais doces”.

O moinho da Abelheira é um dos poucos que está restaurado e operacional em todo o concelho. A obra de restauro foi concluída em 2009 pela Junta de Freguesia que na última semana, proporcionou uma visita ao espaço a todos os alunos das escolas básicas do 1º ciclo de S. Martinho de Bougado. “Enquanto fazem a visita ao moinho, as crianças podem participar numa aula cultural mais prática, até porque este espaço foi restaurado com a finalidade de mantermos a história dos moinhos”, explicou José Sá, presidente da Junta de Freguesia.

O espaço, na aldeia da Abelheira, está aberto a toda a população. “Pelo menos na época de verão pretendemos manter o moinho aberto, ao fim de semana, como museu histórico dos moinhos, para que todas as pessoas possam visitar o espaço”, adiantou o autarca.