Designer trofense apresentou, no dia 22, as propostas para outono/inverno 2012/2013 na 30ª edição do Portugal Fashion. 

A Alfândega do Porto serviu de palco para os desfiles da coleção para a próxima estação outono/inverno. Foi perante “uma sala cheia” que o trofense Júlio Torcato apresentou, no dia 22, quinta-feira, a sua coleção outono/inverno 2012/2013. 

As propostas são direcionadas para o público masculino, onde o preto, o cinza, o azul e o verde floresta são as cores de eleição. O designer, formado pela Academia de Moda do Porto, inspirou-se num poema de Alberto Caeiro, apresentando peças que retratam a natureza. “Nasce também de alguma influência estética do movimento futurista Português de Almada Negreiros, do século passado, do qual sou fã, mas sem influência daqueles grafismos próprios da época. É uma coisa muito mais urbana, muito mais atual, porque aliás essa tendência urbana é uma coisa que trabalho já há vários anos”, explicou Júlio Torcato. 

Os fatos tradicionais de três botões e de trespasse reinventados para o homem moderno e urbano, camisas com aplicações em pele, malhas tingidas, que relembram a memória das folhas do outono, e calças, que variam entre o slim e o baggy, foram algumas das tendências que desfilaram. “Uma coleção completa do vestuário masculino, que vai desde os sapatos às boinas. Correu bastante bem, onde recebi boas críticas. De uma forma geral, o público gostou”, afirmou.

O designer já é um habitué neste grande evento da moda. Uma participação considerada essencial para o marketing, pois “estão presentes vários órgãos de comunicação”.

{fcomment}