Cerca de três centenas e meia de atletas encheram o Complexo Desportivo do CD Trofense, em Paradela, para mais um encontro de escolas de futebol.

Equipados a rigor, alguns usando o emblema de clubes conhecidos, mais de 350 meninos (e algumas meninas) participaram no encontro da Associação Portuguesa de Escolas de Futebol (APEF). Durante a manhã de sábado, não houve frio nem fome que demovessem os jovens craques de jogar futebol.

“Os futuros Sérginhos (jogador sénior que saiu do departamento de formação) estão aqui e é preciso que as pessoas venham conhecer o que nós temos”, garantiu Rúben Carola, coordenador técnico-pedagógico da Escola de Futebol Trofintas, organizadora do encontro. Aliás, o técnico assegura mesmo que “o facto de virem pais, primos, avós e tios é um factor de motivação extra, sobretudo nestas idades”. “É uma alegria enorme quando marcam um golo, olham para o lado e festejam com o pai”, referiu.

Para além dos jogadores da Trofintas, participaram no encontro craques da Academia do Sporting de Barcelos, da Escola de Futebol Traquinas e da Associação Desportiva de Fafe. Os encontros da APEF são realizados mensalmente e tentam associar escolas da mesma região.