No ano de estreia no escalão mais alto do futsal na Associação de Futebol do Porto (AFP), o Centro Recreativo viu o campeonato interrompido pela pandemia, que veio colocar um ponto final na primeira experiência na Divisão de Elite, que nem estava a correr mal para a formação bougadense.

Depois do cancelamento da competição, operou-se uma pequena revolução na equipa: equipa técnica nova, apenas quatro renovações e muitos jogadores que, na época transata, competiam dois escalões abaixo.
Estas são as cartas com que o CR Bougado vai jogar a Divisão de Elite, numa temporada encarada com cautela, mas com “grande responsabilidade”, fez saber o treinador, Fábio Daniel Ferreira, que em 2019/2020 orientou o GD S. Sebastião, a melhor equipa da primeira fase da 1.ª Divisão da AFP.

Homem da casa – é treinador dos iniciados – o técnico antevê um campeonato desafiante. “A qualidade nesta divisão é tanta que nunca seria fácil. Aparentemente, estamos numa série com várias equipas que investiram para chegar aos nacionais. Teremos que fazer pela vida”, referiu, em declarações ao NT.

Sobre o plantel, é de assinalar que só um jogador não é do concelho da Trofa, o que, simbolicamente, traz um peso diferente ao mérito da coletividade de estar entre os melhores no futsal do distrito. “Todos os reforços já vestiram esta camisola, alguns na formação outros mesmo como seniores e isso ajuda nessa adaptação. Ainda estamos a tentar equilibrar mais o plantel”, adiantou o treinador, que sublinhou que o objetivo não pode ser mais do que “tentar permanecer na Divisão de Elite” e “tentar dar continuidade ao que foi feito nos últimos anos no escalão sénior”.

“Sabemos que a realidade é diferente e as dificuldades acrescidas, mas vamos, jogo a jogo, ter noção daquilo que podemos alcançar, sabendo, porém, que a manutenção é o principal objetivo”, sustentou.

O Centro Recreativo Bougado entra em campo no dia 10 de outubro, no primeiro jogo da Taça Distrital, no terreno do Alfa FC. Uma semana depois, estreia-se no campeonato diante do Estrelas Susanenses, também fora de portas.

Veja o plantel do CR Bougado para esta época.