Os vereadores do Partido Socialista, Amadeu Dias e Miguel Tato Diogo, apresentaram, na passada reunião de Câmara, cinco propostas para fazer face à crise sanitária, económica e social que se vive devido à pandemia de Covid-19.

Os socialistas consideram “importantes” para as famílias trofenses medidas como a “isenção sobre todas as cobranças relativas a rendas municipais
durante os meses de abril, maio e junho, e em particular os
fogos municipais” e a ação “junto das entidades competentes no sentido do adiamento/suspensão nos prazos de pagamento, nomeadamente sobre a prestação de IMI (relativa já ao próximo mês de abril), água, resíduos e lixo”.

Os vereadores propõem ainda que o Município desencadeie “todos os mecanismos possíveis para que todos os munícipes, especialmente os mais carenciados e desprotegidos, tenham acesso a todos os bens de primeira necessidade”.

“Reforçar a informação visual sobre a Covid-19, utilizando para
esse efeito os outdoors existentes no concelho da Trofa” e “reforçar a ação da Polícia Municipal, nomeadamente enquanto fator dissuasor da utilização dos espaços públicos” foram outras propostas apresentadas, que já estão no terreno.