A alta velocidade regressou às ruas do Lago Discount durante a Corrida de Rolamentos organizada pela Forave.

Ana Rodrigues destoava no cenário da 5ª edição do Grande Prémio Forave em carrinhos de rolamentos. A prova decorreu a 4 de junho e a jovem foi a única participante feminina a descer as ruas do espaço comercial Lago Discount, em Ribeirão. Apesar de estar em notória minoria, Ana sentia-se “muito bem” naquele ambiente tipicamente masculino. Com um grupo de amigas, demorou “vários dias” a construir o carro com que participou. “À medida que a construção ia avançando, cada uma ia dando ideias”, explicou.

Também Pedro Gomes, aluno do curso de Eletrónica e Automação da Forave, se aventurou nas descidas a alta velocidade. O seu carro de madeira demorou “cerca de um mês” a ser construído, embora alguns colegas tenham feito os seus em “dois ou três dias”. “Inspirei-me nos tradicionais carros de madeira. O mais difícil foi fazer a ligação entre a direção e as rodas”, confessou. Pedro Gomes termina este ano o seu percurso na escola profissional e esta acaba também por ser uma forma de “aplicar aquilo que se aprende na sala de aula”.

O Grande Prémio da Forave em carrinhos de rolamentos começou por ser uma organização do curso profissional de Manutenção Industrial, já que “a área da mecânica não é muito apelativa e foi uma forma de motivar os alunos”, explicou a diretora pedagógica da escola, Manuela Guimarães. No entanto, o projeto foi “alargado a toda a escola” e “a comunidade já exige” a sua realização. Ao longo de um mês, a Forave preparou a prova, que contou com cerca de 50 inscritos, divididos por duas provas. “Os alunos ficam sempre muito entusiasmados, porque é uma competição: fazer o melhor carro, procurar as melhores ferramentas e trabalhar todas as características do carro para que seja o mais veloz e consiga ficar em primeiro lugar”, explicou a responsável.

Para realizar esta iniciativa, a Forave contou com “vários apoios, quer institucionais, quer das empresas associadas, que estão sempre disponíveis para ajudar”.

No final, foram premiados não só os mais rápidos, como o que apresentou o carro mais original ou o participante que mais quilómetros fez para participar na prova.

 

Associação de Pais da Forave já está a trabalhar

 

Até há bem pouco tempo, a Forave não tinha uma associação de pais, no entanto essa situação mudou com a realização da Festa das Familías: “o objetivo era criar uma associação de pais na escola, que até agora não existia e correu muito bem, por isso é uma iniciativa a continuar nos próximos anos”, afiançou Manuela Guimarães. “Já temos os pais disponíveis e entusiasmados com a criação da associação e esta festa serviu, precisamente, para os juntar e, ao mesmo tempo, para angariar fundos para o seu trabalho”, concluiu.

{fcomment}