jose-sa
A Corrida de Cavalos que encerra o programa da Feira Anual 2009 foi adiada para o dia 1 de Maio. A chuva que caiu nos últimos dias tornou impraticável o terreno da prova, o que fez com que os elementos da Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida solicitassem o adiamento da prova que conta para o campeonato nacional.

Em Abril, águas mil. O provérbio cumpriu-se e obrigou ao adiamento da Corrida de Cavalos que, inicialmente marcada para 25 de Abril, será agora realizada no feriado do dia 1 de Maio. A chuva que caiu durante os últimos dias tornou impraticável o terreno que servirá de palco para a iniciativa, o que levou os elementos da Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida a solicitar o adiamento da prova que conta para o campeonato nacional da modalidade.

Segundo José Sá, presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, “esta chuva recente fez com que o terreno ficasse impraticável”, pelo que o executivo concordou com o adiamento, apesar dos possíveis constrangimentos que daí possam advir. “É um incómodo, porque pode diminuir o número de visitantes, porque estão inicialmente a contar com a data de 25 de Abril”, afirmou.
Esta iniciativa, que encerra o programa da Feira Anual que se realizou no início de Março, já tem sido marcada para o final de Abril para evitar a chuva, mas já o ano passado foi alvo de alteração da data.

As questões de segurança são imperativas para o normal funcionamento da prova e a chuva causou o amolecimento do “único terreno com condições para receber uma prova deste género” e que está à face da Estrada Nacional 104, depois dos semáforos da Lagoa, em Santiago de Bougado.

Esta corrida tem ganho expressividade ao longo dos anos e conta com milhares de visitantes. “Já é um evento de renome no concelho da Trofa. É atraente e traz milhares de pessoas à Trofa”, referiu José Sá.

Quase dois meses depois de mais uma edição de “sucesso” da Feira Anual da Trofa, José Sá fez um balanço “muito positivo” de todos os eventos que fizeram parte do programa, que tornaram o certame “imponente”.

Muito importante foi também a presença de entidades oficiais e de Estado, como o ministro da Agricultura, Jaime Silva, “que tiveram oportunidade de ver e avaliar melhor as potencialidades da Trofa”, considerou o autarca.

Sem garantir a recandidatura à Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, José Sá afirmou que se for presidente da Junta irá manter o padrão da Feira Anual que fez com que este ano o número de visitantes superasse o de anos anteriores.