Select Page

“Conseguir sermos campeões distritais na nossa cidade é uma felicidade enorme” (c/ vídeo)

“Conseguir sermos campeões distritais na nossa cidade é uma felicidade enorme” (c/ vídeo)

O clube visitado, a duas jornadas do final da época, mantinha o primeiro lugar da tabela classificativa com os mesmos pontos do Meinedo e do Perafita. No entanto, com esta vitória, e fruto do resultado dos adversários, o Clube conseguiu atingir mais um objetivo e ser campeão.
Marco Balela, treinador do Slotcar, afirmou, no final da partida, que foi “uma alegria enorme” chegarem ao fim e serem “campeões”.
O treinador lembrou que “à quarta jornada da segunda volta”, o clube estava a “nove pontos do primeiro lugar” e que para atingir o objetivo de serem campeões foi “preciso muito esforço” e “qualidade da equipa”, realçando que “a maturidade” dos seus jogadores veio “ao de cima” nos momentos decisivos.
Para o capitão do Clube, Vítor Hugo, esta vitória despertou-lhe “um sentimento de dever cumprido”. “Acho que este grupo merece”, acervou, reconhecendo, também, que “foi um jogo muito difícil, com uma equipa que também parecia estar a lutar pelo campeonato”.
A semana do Clube Slotcar foi marcada pela “ansiedade”, como admitiu o capitão. No entanto, Marco Balela disse que treinou a sua equipa da mesma forma: “sempre para ganhar” optando pela “pressão alta”. A “confiança dos jogadores neles próprios” e do treinador neles foi muito importante para o desenrolar do campeonato, reconheceu.
No fim, Vítor Hugo, falou ainda de justiça, afirmando que foram “campeões justamente” e que, naturalmente, “vão haver equipas tristes”, mas que “o futebol é mesmo assim”.
Ana Rodrigues, coordenadora do Clube ficou bastante orgulhosa da equipa. “Não há palavras para descrever este sentimento, foi um jogo sofrido, uma boa disputa, mas no final vencemos e estamos todos de parabéns”, declarou.
“Conseguir na nossa cidade sermos campeões distritais é uma felicidade enorme”, afirmou o treinador, não esquecendo os jogadores que sempre estiveram com ele e lhe permitiram, outrora, outras conquistas. Mesmo assim, estava consciente que “só três jogadores não fazem a equipa” e que “todos foram, absolutamente fantásticos”. Na sua opinião, “ficaram os melhores e esses merecem ganhar a taça”.
O Clube, estreante no futsal federado, termina assim a época com o título de campeão, conseguindo um total de 60 pontos, nos 28 jogos disputados.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização