Manuel Costa, de Santiago de Bougado, foi o grande vencedor do III Concurso de Melão, organizado pela Junta e recebeu uma Salva de Prata. Dos onze Exemplares a concurso o de Manuel Costa foi o que recolheu a melhor pontuação atribuída pelos três elementos do júri.

  Onze melões Casca de Carvalho de outros tantos produtores da Freguesia de Santiago de Bougado participaram na terceira edição do concurso de melão, onde a polpa, aspecto exterior e paladar valiam pontos.

O júri composto por Evaristo Varandas da Direcção Regional de Agricultura, Carlos Alberto Bastos da Associação de Agricultores de Trofa/Santo Tirso e Diamantino Silva, membro escolhido pela Junta de Freguesia de Santiago de Bougado (organizadora do concurso) apreciou e provou pedaços dos onze exemplares a concurso e deliberou Tres produtores vencedores  receberam Salva de Prata entregar o primeiro prémio a Manuel Costa (Miranda) produtor de melão há já dezenas de anos como ele próprio confidenciou ao NT. "Desde criança que ajudava o meu pai a cultivar e produzir melões mas não esperava ganhar este prémio", assegurou frisando no entanto estar "satisfeito" com esta distinção. E como a tradição do cultivo também passa de geração em geração, Bruno Costa, filho do vencedor , também apresentou um exemplar a concurso mas teve menos sorte que o pai, acabando por arrecadar apenas um prémio de participação.

Em segundo lugar ficou um exemplar produzido por João Paulo Torres, de Cedões, Santiago de Bougado e o terceiro premio foi atribuído a Manuel Jorge Sá Lagoa, também ele produtor há alguns anos.

Na entrega de prémios participou António Pontes, vereador da Cultura da Câmara Municipal, Manuel Carneiro, presidente da Assembleia de Freguesia de Santiago de Bougado e o Pároco de Santiago, Reverendo Armindo Gomes.

A pontuação para o melhor melão tinha em conta o aspecto exterior, o tamanho, a cor e a consistência da polpa e o sabor.

Centenas de pessoas assistiram ao Concurso e à Feira à Moda Antiga, recreada pelo Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado.

Atonio Azevedo, presidente da Junta de freguesia mostrou-se "muito satisfeito com a afluência de publico ao Souto de Bairros, que nos dá animo para continuarmos a realizar este tipo de iniciativas". Azevedo acrescentou que "com este concurso de melão, pretendemos incentivar os nossos agricultores a produzir melão Casca de Carvalho, muito característico desta região e que tem aqui muitos apreciadores".

Este ano o tempo incerto fez com que grande parte da produção de melões não amadurecesse a tempo "o que fez com que alguns produtores, que inicialmente estavam inscritos para participar neste concurso, tivessem cancelado, por não terem produto de qualidade para participar", frisou António Azevedo.

Por seu lado António Pontes parabenizou a Junta de Freguesia pela iniciativa que "demonstra que não precisa ser a Camara a organizar todas as iniciativas", reiterando "a qualidade e prestigio que este Concurso tem vindo a demonstrar", concluiu.