O Souto de Bairros foi o palco escolhido pela Junta de Feguesia para a realização, pelo terceiro ano consecutivo, do Concurso do Melão Casca de Carvalho produzido no concelho da Trofa. A autarquia espera que mais de uma dezena de produtores participe neste certame que pretende mostrar os melhores melões casca de Carvalho do concelho.

   A Junta de Freguesia de Santiago, em colaboração com o Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado vai organizar no próximo domingo, no Souto de Bairros, a II Feira à Moda Antiga e o Concurso de Melão.

Mais de uma dezena de produtores de Melão Casca de Carvalho vão colocar a concurso os seus melhores exemplares à disposição do Juri a quem caberá a árdua tarefa de provar e escolher os melhores.

António Azevedo, presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado em declarações ao NT explicou que "esta iniciativa é uma forma de fazer com que as associações de Santiago de Bougado colaborem com a Junta na organização de eventos que servem por um lado para angariação de fundos e por outro para dar a conhecer à comunidade o trabalho e as actividades que desenvolvem", frisou o autarca.

O Concurso do Melão vai ser "regado" pelo melhor vinho da região com a presença das "adegas cooperativas da região assim como a presença do produtor de queijo da marca Senras, da vila de Ribeirão", assegurou António Azevedo. O Juri será composto por um produtor, um representante da Direcção Regional da Agricultura e dos apreciadores de Melão Casca de Carvalho.

Aos três produtores que obtiverem as melhores classificações a Junta de Freguesia "vai atribuir três salvas de prata e também um premio em dinheiro para o melhor melão escolhido por duas pessoas do publico", assegurou o presidente.

Ao escolher o Souto de Bairros para a realização deste certame a Junta de Santiago pretende "descentralizar as actividades", de forma a levar actividades a todos os lugares da freguesia, e o Souto de Bairros é para mim a sala de visitas da Freguesia", salientou António Azevedo.

Inovar e descentralizar

A Festa da Cerveja e o Concurso do Melão são para a Junta de Freguesia o ponto de partida para descentralizar as actividades lúdicas e atrair as associações para mostrar as suas actividades.

António Azevedo defende que "o movimento associativo deve ser envolvido na vida da comunidade e deve colaborar com a Junta na realização de actividades da sua freguesia através da organização de festas, concursos, arraiais e outras actividades pois só assim conseguiram mostrar o seu valor e angariar fundos para fazer face às suas necessidades". António Azevedo defendeu que "a Junta deve participar nas actividades a desenvolver pelas associações não através de subsídios mas sim, de meios logísticos para os seus certames", acrescentando que "se assim não for não faz sentido".