O Grupo Paroquial Jovens Unidos de S. Mamede do Coronado dinamizou, na noite de segunda-feira, dia 11 de fevereiro, a 12ª edição do Concurso de Máscaras, no salão paroquial da freguesia.

 “Promover a cultura na freguesia e no concelho”, bem como “manter uma tradição de Carnaval”, foram os principais objetivos do Grupo Paroquial Jovens Unidos de S. Mamede do Coronado ao organizar a 12ª edição do Concurso de Máscaras.

A iniciativa começou com o desfile de 14 concorrentes juniores, até aos 15 anos de idade, e depois seguiu-se o concurso dos cinco concorrentes seniores, a partir dos 15 anos.

O júri, composto por Assis Serra Neves, vereador da Cultura da Câmara Municipal da Trofa, José Ferreira, presidente da Junta de Freguesia de S. Mamede do Coronado, e Manuel Silva, da comissão de festas em honra do Divino Espírito Santo 2013, tiveram como “principais critérios” de avaliação a “presença em palco, o disfarce ou a máscara, assim como o vestuário e acessórios utilizados”.

No escalão de juniores, o “Formiga” foi o 1º classificado, seguido da “Freira” (2º) e do “Mickey Gaitas” (3º). Já no escalão sénior, o prémio de 1º lugar foi entregue aos “Imigrantes”, o 2º aos “Mimalhos” e o 3º ao “Músico”.

Além das medalhas distribuídas a todos os participantes que não ficaram classificados, o público presente também teve um papel importante, na escolha do “prémio simpatia”, atribuído aos “Mimalhos”.

Vítor Correia, presidente do Grupo de Jovens, fez um balanço “muito positivo” de mais um concurso de máscaras, que teve “uma excelente participação” por parte dos juniores, assim como a do público. “O salão estava quase cheio. O mais negativo foi a presença de poucos concorrentes seniores, embora estivessem muito bem mascarados”, acrescentou.

O presidente do Grupo de Jovens deixou “um agradecimento especial a todos os participantes, público e júri”, salientando o “apoio” concedido pela Junta de Freguesia para “a aquisição dos troféus”.