Orfeão Santhyago organizou um Concerto da Páscoa, na noite de sábado, 6 de abril, na Igreja Matriz de Santiago de Bougado.

 Perante uma plateia que encheu a Igreja Matriz de Santiago de Bougado, o Orfeão Santhyago, Orfeão de Gondomar, Coro Paroquial de Santiago e de S. Martinho de Bougado apresentaram o seu repertório musical no Concerto de Páscoa.

Uma atividade que surgiu de “uma ideia” do Orfeão de Gondomar, através de um convite para participar num concerto deles. “Nessa altura ficou mais ou menos programado que iria fazer-se o concerto de Páscoa, mas na Trofa. Ou seja, fomos lá a convite deles e agora eles vinham cá a nosso convite”, contou Jorge Machado, presidente do Orfeão Santhyago.

Inicialmente, o concerto seria dado “só com dois coros”, mas como acharam que “era pouco”, decidiram falar com Bruno Ferreira, pároco de Santiago de Bougado, convidando-o a “estar presente com o Coro de S. Martinho ou de Santiago” de Bougado. “Depois de pensar”, o pároco entendeu que o melhor seria “juntar os dois grupos paroquiais”, formando um só.

João Rocha, presidente do Orfeão de Gondomar, referiu que foi “um prazer” retribuir a visita do Orfeão Santhyago e atuar num “ambiente tão interessante e com pessoas tão interessantes”.

Para o presidente do grupo de Gondomar, é “uma ideia ótima” organizar um encontro entre grupos corais, pois há “sempre um enriquecimento pelas formas diferentes de atuar”, o que é “sempre muito importante”. “Antes do concerto começar, tive a oportunidade de falar com uma das responsáveis pelo Orfeão Santhyago, e ela também achou que é sempre bom podermo-nos encontrar, não só pelo aspeto da atuação em si, como também no que toca ao convívio que as pessoas fazem nesse intercâmbio”, referiu.

Fundado em 1978, o Orfeão Santhyago já fez “para cima de 300 concertos, tanto de Liturgia como de celebrações eucarísticas”, tendo estado presente “em quase todas as cidades” desde Castro Laboreiro até Sagres. O Orfeão também já marcou presença em concertos em Espanha, nas cidades de Salamanca, Badajoz, Vigo, Orense e Pontevedra. Durante “vários anos”, fez parte do Encontro de Coros do Norte de Portugal.