O Colégio da Trofa promoveu para a comunidade escolar, uma festa de encerramento do final do ano letivo, na Casa das Artes, em Vila Nova de Famalicão. 

Depois de um longo período de trabalho, o Colégio da Trofa decidiu recompensar os alunos, que se esforçaram ao longo deste ano letivo. Os alunos que agora terminaram o 9º ano vestiram-se a rigor para celebrarem o fim de mais uma etapa no percurso educativo, onde acompanhados por familiares, receberam das mãos dos responsáveis do Colégio o diploma de conclusão do 3º ciclo. 

A opinião dos alunos relativamente ao fim do 3º ciclo foi unânime, significa “mais responsabilidade”, onde tem que se ter em conta “os objetivos, para lutar por aquilo que querem”. Mesmo tendo sido uma fase “complicada”, conseguiram sempre superar os obstáculos que foram surgindo. O fim do ano letivo no Colégio da Trofa ficou ainda marcado pelo espetáculo que decorreu na Casa das Artes, na quarta-feira, dia 27 de junho, que contou com a participação dos alunos do jardim de infância e do 3º ciclo. Ao longo das atuações, os alunos apresentaram as coreografias que aprenderam para mostrar ao público que encheu o auditório. 

Para Beatriz Azevedo e Clara Ribeiro, que concluíram o 6º ano, os exames correm bem, estando a contarem com boas notas. Manuel Pinheiro, diretor pedagógico do Colégio da Trofa, contou que esta foi uma “festa fabulosa”, pois, pela primeira vez, saíram das paredes da escola, para a realizarem numa “casa de espetáculos muito digna”. “Foi um epílogo feliz, um fim de ano absolutamente de alegria, de felicidade e de magia, para os nossos alunos e para todos aqueles que tiveram o privilégio de estar nesta festa, nomeadamente os pais e familiares dos nossos alunos”, afirmou, agradecendo a toda a comunidade educativa pela “colaboração e confiança, por parte dos pais que depositaram os filhos no projeto educativo do Colégio”. 

Já existe há quatro anos. O Colégio da Trofa, que “nasceu sobre os escombros do antigo Externato Nossa Senhora das Dores”, já existe há quatro anos. Um projeto diferente, com outra visão do que “deve ser o ensino e a educação de hoje em dia”. Com 24 anos de experiência como professora, Zoraida Areal lecionou no antigo Externato Nossa Senhora das Dores. A professora elogiou a qualidade do colégio, que registou “um crescimento bem notável”, tendo melhorado “a 100 por cento”. “Este é um projeto educativo fabuloso. Os nossos alunos sentem-se extremamente felizes, gostam de lá estar e todos os docentes e colegas adoram trabalhar no Colégio”, acrescentou. 

Apesar de as aulas terem terminado, o Colégio da Trofa vai manter-se aberto durante o mês de julho para desenvolver atividades extracurriculares com os alunos do jardim de infância e 1º ciclo.

{fcomment}