A festa anual da Fraternidade realizou-se mais uma vez no passado sábado, onde participaram os escuteiros da cidade da Trofa e os seus familiares, bem como, o presidente da Direcção Regional da Fraternidade. Deste convívio resultou ainda a formação de um grupo de 14 escutas, que criaram a fraternidade de Santiago de Bougado.

 O convívio anual ao qual os escuteiros chamam festa da fraternidade decorreu no dia 24 de Novembro, onde participaram os escuteiros de S. Martinho e Santiago de Bougado e o presidente da Direcção Regional da Fraternidade.

Esta festa iniciou com uma missa pelas 16.30 horas, na Igreja Matriz de Santiago de Bougado e continuou no restaurante "Os Sousas" onde todos confraternizaram.

Deste convívio resultou ainda a formação de um grupo de 14 escutas, que criaram a fraternidade de Santiago de Bougado. Esta irmandade, segundo Carlos Sousa, presidente do núcleo, é "um grupo de antigos escuteiros e a nossa função será prestar apoio ao agrupamento, à direcção regional e tentar juntar os antigos escuteiros", afirmou.

Com cerca de dois mil associados em Portugal, a fraternidade é um apoio para todas as actividades realizadas pelo CNE – Corpo Nacional de Escutas. Sendo independentes em termos estatutários, estas duas organizações trabalham em conjunto para o bem da sociedade.

O presidente da Direcção Regional da Fraternidade, satisfeito com a formação do novo grupo fez questão de frisar que "esta é uma terra com enormes tradições de escutismo, como é uma escola para jovens, há sempre jovens a sair e há sempre um espaço para que depois se regresse para uma actividade e pôr em prática aquilo que foi aprendido, e de facto hoje é um dia de festa porque em Santiago de Bougado, foi criado este grupo fantástico".

"A fraternidade é sempre útil para o CNE, é sempre um apoio para as nossas actividades", explicou ainda Luís Neves, presidente do CNE de Santiago de Bougado, que se congratulou pela formação deste novo grupo e pela organização da festa que juntou todos os escuteiros trofenses.

Também presente na festa, António Azevedo, presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, deixou uma palavra de incentivo ao novo grupo que se formou e garantiu que, "daqui a dois anos no novo Centro Cívico de Santiago de Bougado haverá uma sede para a fraternidade e para o CNE de Santiago".