cnafA Confederação Nacional das Associações de Família (CNAF) na revelou as conclusões do encontro “A Crise dos nossos dias: Problemas & Soluções”. No primeiro encontro de peritos em que se debateu o tema “A Crise dos nossos dias“, foi considerado urgente governar e fazer política com verdade, não alimentando ilusões para que estas não redundem em desilusões e falta de confiança no País, no regime e nos governantes.

Como primeira e grande conclusão desta crise, que “valores” como o dinheiro, o sucesso ou o individualismo são falíveis, e dividem as pessoas, pela sua futilidade ou ordem inferior, e que os verdadeiros valores – e, por isso, sólidos – são a aposta irrenunciável na Família e nos seus valores de estabilidade e coesão social, com a entrega aos outros.

A CNAF referiu ainda que o “Estado contribui para uma desagregação social de resultados incontroláveis (a que se somam os efeitos da crise económica e financeira) ao fomentar alterações legislativas ‘fracturantes’ no sentido de atacar o valor social das Famílias, o seu desenvolvimento e promoção, em prol de realidades marginais caracterizadas pelo individualismo e que não acrescentam valor à sociedade”.

“O Estado deverá adoptar com carácter de urgência medidas de apoio à família, tendo como objectivo premente o aumento da taxa de natalidade, a inversão da tendência do envelhecimento da população, e a conciliação da vida familiar e do trabalho”.