Escola de ténis criada na Trofa para “reavivar a modalidade no concelho”. 

Promover a modalidade e torná-la acessível à população do concelho é um dos pilares que sustentam o projeto do Clube de Ténis da Trofa. No 2º Torneio desta coletividade, o NT foi descobrir como tudo começou.

A escola de ténis iniciou a sua atividade em março de 2012 e a ideia surgiu através “de um projeto intitulado por “Cresce com Ténis”, que começou num colégio de Santo Tirso e no Colégio da Trofa”, revelou António Monteiro, diretor técnico do clube.

Os treinos decorrem nas instalações da Escola Básica 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, que “gentilmente” foram cedidas através de um “protocolo em que o clube comparticipa nas despesas dos treinos que se realizam de segunda a sábado das 19 às 21 horas e sábados de manhã”.

O Clube de Ténis da Trofa é uma escola privada que está inscrita na Associação de Ténis do Porto e tem os seus alunos inscritos na Federação Portuguesa de Ténis.

Miguel Pereira foi o primeiro aluno deste clube. “Eu conhecia o professor já há muitos anos do (Clube Desportivo) Trofense, porque tinha sido meu treinador. Eu gostei da ideia dele de formar um clube de ténis e segui com ele para cá”, contou.

Depois de trocar o futebol pelo ténis, Miguel Pereira revela que a principal diferença entre os desportos é que “o futebol é coletivo o ténis é individual”. “Cada vez que erramos a culpa é nossa e não temos de culpar os outros pelos nossos erros”, confirmou.

O tenista demonstrou ainda o entusiasmo por pertencer a esta escola: “O clube tem estado bem, tem melhorado e aumentado a popularidade”.

O ténis é um desporto individual que cativa pessoas de várias idades. “Neste momento, temos 32 atletas a frequentar o clube dos cinco aos 56 anos de idade. O ténis é um desporto que tem vários níveis de aperfeiçoamento e de ensino”, asseverou António Monteiro.
No entanto, para se inscrever nesta escola de ténis “basta aparecer” e “jogar desde o primeiro dia através do ‘play and stay’, o método internacional utilizado pela Federação Portuguesa de Ténis e pelo Clube de Ténis da Trofa”.

Atualmente, os alunos treinam para adquirir habilidades técnicas para que um dia possam entrar numa competição oficial.

Daniela Ferreira