Imagem arquivo
As freguesias de Lagoa, Oliveira S. Mateus, os escuteiros de Ruivães, a Associação Humanitária dos Bombeiros de Riba D’Ave e as Urbanizações Municipais de Lousado e Fradelos são os cinco grupos que irão, este ano, estrear-se nas Marchas Antoninas de Vila Nova de Famalicão.
O desfile, que é considerado o momento mais emblemático das festividades conta com a participação de treze marchas, quase o dobro das que participaram no ano passado. Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, “este é um número excelente de associações participantes, que demonstra bem o orgulho dos famalicenses nas suas festas”.
Nas várias freguesias concelho, já se fazem os últimos preparativos para a grande noitada de Santo António. As Marchas Antoninas saem à rua na noite do dia 12 de Junho, sexta-feira, e prometem encher a cidade de alegria, brilho e movimento.
Para o presidente da Junta de Freguesia da Lagoa Jorge Cruz, “uma estreia absoluta nestas andanças”, a participação nas Marchas Antoninas “nasceu de um movimento popular, ao qual a Junta de Freguesia se associou de imediato”. “É um grupo constituído por cerca de 80 pessoas, que desde há alguns meses se encontra duas vezes por semana para ensaiar os passos e preparar os adereços”. Para o responsável, “até agora a experiência está a correr muito bem e as pessoas estão entusiasmadas”.
Quanto às expectativas para a grande noite, Jorge Cruz adianta que o principal objectivo “é abrilhantar as Festas Antoninas e, acima de tudo, dignificar a freguesia da Lagoa”.
Este é de resto um objectivo comum a todas as marchas participantes, que depois de vários meses de trabalho, preparam-se para mostrar todo o seu esplendor e beleza, perante os vários milhares de famalicenses e visitantes que se juntam nas ruas da cidade, na noite de Santo António.
Assim, para além dos novatos, as marchas contam ainda com os seguintes grupos participantes: Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão; Associação Unidos de Avidos; Associação Unidos por Calendário; Associação desportiva e Cultural de Arnoso Santa Eulália; ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Antas; Associação Recreativa e Cultural Flor do Monte (Carreira); Rancho Folclórico de S. Pedro de Bairro e Associação Recreativa e Cultural de S. Pedro de Riba D’Ave.
As Marchas saem da Praça Álvaro Marques, passando pela Rua Adriano Pinto Basto, Alameda D. Maria II, Rotunda D. Sancho I, Avenida de França até ao Estádio Municipal. Aqui, as várias marchas desfilarão perante o júri, que irá escolher o grande vencedor deste ano.
Ainda antes das Marchas Antoninas desfilam pelas ruas da cidade várias dezenas de Carros Antigos e Clássicos, numa iniciativa do Clube do Automóvel Antigo e Clássico de Famalicão.
 
MARCHAS ANTONINAS 2009
Dia 12 de Junho | sexta-feira | 22h00
 
1 – Clube de Cultura e Desporto de Ribeirão
Tema da Marcha: Música, Linguagem Universal
2 – Associação Unidos de Avidos
Tema da Marcha: Namoricos de Santo António
3 – Urbanizações Municipais de Lousado e Fradelos
Tema da Marcha: Santo António nos Bairros com a Reciclagem
4 – Freguesia de Lagoa
Tema da Marcha: Lagoa em Festa
5 – Corpo Nacional de Escutas de Ruivães
Tema da Marcha: Fontanários de Ruivães
6 – Associação Unidos por Calendário
Tema da Marcha: Nossa Terra é um Jardim
7- Associação desportiva e Cultural de Arnoso Santa Eulália
Tema da Marcha: A Marcha saiu para a rua, a noite é toda tua
8 – ARCA – Associação Recreativa e Cultural de Antas
Tema da Marcha: Serenatas à Janela
9 – Junta de Freguesia de Oliveira de S. Mateus
Tema da Marcha: Fogueiras de Santo António
10 – Associação Recreativa e Cultural Flor do Monte (Carreira)
Tema da Marcha: Primavera
11 – Rancho Folclórico de S. Pedro de Bairro
Tema da Marcha: Uma Flor para Santo António
12 – Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Riba D’Ave
Tema da Marcha: “Canta-me como Foi”
13 – Associação Recreativa e Cultural de S. Pedro de Riba D’Ave
Tema da Marcha: Marcha Famalicão Riba D’Ave Nossa Paixão