A Cheiro dos Livros foi inaugurada oficialmente, na quinta-feira, dia 12, no Café Del Rock, em Santo Tirso. 

“Mudar a forma como olhamos para a cultura através dos livros” foi o que motivou Miguel Ferreira, mentor do projeto Cheiro dos Livros, a criar uma plataforma online de compra e venda de livros usados, transformando “um bem precioso, o livro, num bem que se valoriza com o uso e cria novas oportunidades de negócio, fomentando a economia que tanto precisade se reinventar”.
“Todos temos livros em casa que compramos, lemos e pousamos na prateleira. Quem sabe um dia voltamos a ler de novo ou emprestamos a alguém. Entretanto, o tempo passa e juntamente com aquele livro acumulamse muitos mais.
A Cheiro dos Livros quer resolver esse problema”, asseverou, explicando como funciona o projeto.
Depois de os clientes/fornecedores selecionarem os livros  que já não lhes interessam podem entregar à Cheiro dos Livros, que os promove e vende, repartindo, em partes iguais, os lucros que obtiverem das vendas. Além disso, os preços dos livros serão decididos entre as duas partes.

Para isso, a Cheiro dos Livros dispõe de uma loja online, onde se pode comprar “a preços mais em conta” aqueles livros que tanto queremos.“Quem compra beneficia de preços mais atrativos dos livros que sempre quis ter e quem vende aproveita para ter algum retorno financeiro daqueles livros que comprou, leu e colocou na estante”, afirmou, frisando que o objetivo é criar uma “comunidade que se envolve na compra e venda de livros usados, contribuindo para um ambiente melhor e para espalhar a cultura de uma forma acessível e sustentável”.

Com o lema comprar-ler-vender, Miguel Ferreira pretende “eventar o mais possível”, que significa “inventar eventos e realizá-los com todo o amor”, onde possa haver partilha de conhecimento da cultura, dos povos e do mundo. Caso tenha ficado interessado neste projeto, pode visitar a loja online através da página www.cheirodoslivros.com.

{fcomment}