De pequenos ou grandes portes, de diferentes raças, pelagem e cores. O melhor amigo do homem, cão, foi a figura de destaque do programa de domingo, 15 de junho, apresentado pela comissão de festas em honra de Nossa Senhora das Dores.

Amanhã começou com uma cãominhada a partir da estação de comboios da Trofa, percorrendo a Avenida de Paradela até à rotunda e regressando ao ponto de partida. O dia ficou completo com palestras sobre Socialização e Cuidados Veterinários, assim como entrega de prémios aos melhores exemplares da Cãominhada e das provas, existindo ainda uma tenda com alguns animais do canil para adoção.

Pedro Andrade, acompanhado do seu seu companheiro Nick, decidiu participar na cãominha por a achar “muito bem feita” e para “o cão poder andar e conviver com outros animais”, uma vez que este “está habituado a estar praticamente sozinho em casa”. “Acho que isto é mesmo muito bom para os animais”, garantiu, considerando que terem aproveitado esta iniciativa para apelar à adoção de animais foi “muito boa” e que “as pessoas não devem abandonar os animais”.

Aproveitando a iniciativa, a jovem Tatiana Pereira adotou uma cadela a quem apelidou de Linda, participando com a mesma nesta cãominha, que foi “giro, mas muito cansativo para os cães”. Como já teve “duas cadelas – uma fugiu e a outra morreu” – Tatiana “quis adotar outra”, sensibilizando as “pessoas que querem um cão para não o abandonarem”.

O presidente da comissão de festas, Alfredo Gomes, explicou que como “os animais são amigos do homem não podiam ser esquecidos” e daí “este evento dedicado aos cães”. Também Luísa Osório, do Departamento de Animação da comissão de festas, referiu que houve “um concurso da Escola de Treino com cães da Trofa e de fora, com a possibilidade de participarem mesmo que o animal não tivesse treino”. “Tem sido positivo e temos tido bastante adesão. A parte que está a faltar é mesmo as pessoas adotarem os cães”, completou.

Quem marcou presença nesta iniciativa foi a Associação Um Animal Um Amigo (AUAUA), que, “a pedido da Câmara” Municipal da Trofa, levaram “os animais” com o objetivo de “os mostrar para que eventualmente se faça uma adoção ou fazer uma mínima divulgação”. “Já fiz uma adoção hoje, por isso já ganhamos o dia. Temos o canil superlotado e, por isso, peço imenso às pessoas para não abandonarem os animais, mas que falem com o Departamento do Ambiente da Câmara quando precisarem de um abandono de uma animal, para fazer a requisição para depois quando houver sítio se puder ir buscar o animal”, pediu Sílvia Coutinho, presidente da AUAUA.

Com a chegada do verão, muitas famílias acabam por abandonarem os animais para puderem ir de férias. Em vez de o fazerem, Sílvia Coutinho aconselha as famílias a deixarem o seu amigo “num hotel canino”, que “neste momento há em quase todas as clínicas veterinárias da Trofa e que não é uma despesa muito grande” ou então com o funcionário do Canil, que “tem um hotel em casa”. “Não abandonem, porque o animal é para toda a vida e é um membro da família. Tivemos caso de animais que morreram com saudades dos donos”, adiantou.

 

Inscrições abertas para figurante da Procissão

O presidente da comissão de festas, Alfredo Gomes, fez “um balanço positivo” destes primeiros meses de iniciativa, que tem tido “muita gente envolvida, até de fora do lugar de Valdeirigo”, estando a equipa “empenhada em fazer melhor e cada vez mais em dignificar esta festa de Nossa Senhora das Dores”. “No primeiro mês tem sido fantástico e não temos nada a apontar, só a elogiar. Esperemos que até ao ponto alto das festas continuem a correr como tem corrido. Só tenho que agradecer a todos aqueles que estão empenhados nas mais diversas atividades que temos”, declarou.

A comissão de festas em honra de Nossa Senhora das Dores informa ainda que estão abertas as inscrições para a procissão em honra da padroeira, que se realiza na tarde do dia 17 de agosto.

Quem estiver interessado em ser figurante da procissão, deve inscrever-se no Bar da comissão de festas, no Cartório Paroquial de S. Martinho de Bougado (horário de expediente) e no Tecidos Pinheirinhos (horário de expediente”. “Há brindes e cinco euros de oferta”, avançou.