Após vencer a equipa da Gespaços por 16-6, a equipa sénior feminina do CEAT – Clube Estrelas Aquáticas da Trofa ficou apurada para disputar a final da Taça de Portugal, que se realizou no domingo, 13 de julho, na piscina olímpica de Coimbra.

Na final, o CEAT encontrou o Fluvial Portuense. Numa partida em que imperou o equilíbrio, a equipa da Trofa esteve a um passo de conquistar o seu primeiro troféu nacional quando, a cerca de um minuto do fim, vencia por 7-5. Contudo, as fluvialistas ainda conseguiram empatar nos derradeiros segundos, levando depois a melhor na lotaria dos penáltis, vencendo por 10-9. O Fluvial Portuense conquistou assim a oitava Taça de Portugal feminina.

Para o treinador do CEAT, Paulo Borges, a final teve “uma sensação agridoce, porque por um lado sabiam que ia ser muito difícil ganhar a Taça”, jogaram “um bocado desfalcados”, em que, por exemplo, “a melhor marcadora do campeonato não foi porque trabalhava nesse fim de semana”. “Sabíamos que ia ser extremamente difícil, mas a 01.10 minutos do fim e a ganhar por dois golos, a acabar empatado no tempo complementar e perder nos penaltis é uma sensação terrível. É uma participação positiva, não deixa de ser uma vitória moral. Seria excelente ter dado o título nacional ao clube, o presidente merecia, mas infelizmente não conseguimos”, avançou.

Apesar de não ter ganho a Taça de Portugal, Paulo Borges afirmou que esta foi “uma época extremamente positiva e bastante acima daquilo que projetava a meio da época”.

Segundo fonte do clube trofense, “mesmo desfalcada”, a equipa, com “muita garra, união e alma, conseguiu ser superior o jogo todo”, tendo “a lotaria saído a quem nem sequer ‘apostou'”. “Parabéns às atletas, treinador e restantes elementos que tudo deram”, parabenizou no página oficial no Facebook do CEAT.

Já nos dias 12 e 13 de julho, a Piscina do Clube Fluvial Portuense acolheu o Torregri 3 de cadetes A e B, onde participaram “314 atletas (159 masculinos e 155 femininos) em representação de 20 clubes”. Na última prova do calendário da Associação de Natação do Norte de Portugal esteve presente Martim Carvalho (CEAT), que terminou os cem metros mariposa em 19.º lugar, com o tempo de 1:35.73. Já nos cem metros costas, Martim alcançou pelo 10.º posto em 1:25.36.