Doze equipas do escalão de infantis tiveram oportunidade de competir durante as férias da Páscoa no 2º Torneio de Futebol Infantis-Trofense Cup 2008, uma iniciativa organizada pelo clube da Trofa e que teve como primeiro classificado a própria equipa A.

   Apesar do frio que se fez sentir, o complexo desportivo de Paradela contou com a presença de algumas centenas de pessoas que quiseram apoiar os pequenos craques oriundos do CD Trofense (equipa A e B), AC Bougadense, Leixões SP, Sport Progresso, Selecção Concelhia de Futsal da Trofa, Operário FC, GD Ribeirão, ARDC Gondim-Maia, Pinheirinhos de Ringe, FC Marinhas e SC Castelo Maia.

No que respeita aos resultados, o Clube Desportivo Trofense A sagrou-se campeão, vencendo o GD Ribeirão na final, por quatro bolas a uma. Uma vitória especial, não fosse ter sido obtida sobre o "eterno rival".

No entanto, o mais importante neste torneio não era o resultado, mas sim "fomentar o gosto pelo desporto", segundo afirmou ao NT Manuel Rodrigues, vice-presidente do departamento de formação do Trofense. O tempo foi o único factor que condicionou a assistência dos jogos, mas a "excelente organização acabou por ofuscar a falta de colaboração do S. Pedro".

Com um balanço positivo desta segunda edição do torneio, Manuel Rodrigues sublinhou o facto de ter havido um desenvolvimento considerável face ao ano passado, cujo torneio só contou com a participação de seis equipas.

 "O objectivo é dar espaço aos atletas para se divertirem, sentirem o gosto pelo futebol e também chamar atletas ao nosso complexo para conhecerem as nossas instalações", contou o responsável, afirmando que as equipas forasteiras mostram-se "admiradas" sempre que se confrontam com a nova cara do espaço em Paradela.

Neste momento o Trofense tem cerca de 320 jovens na área de competição, divididos por 12 escalões e equipas inscritas na APEF – Associação Portuguesa de Escolas de Futebol, um número elevado que, naturalmente traz alguns constrangimentos para todos os dirigentes, que apesar de tudo "abraçam este projecto com gosto e continuam a ajudar estes jovens a educarem-se desportivamente". O clube acolhe também cerca de 30 crianças dos 4 aos 6 anos, que treinam no campo da Louseira e no complexo indoor.

Manuel Rodrigues não deixou de frisar o "apoio dirigido ao departamento de formação pelo presidente do clube, doutor Rui Silva, pois sem ele as condições existentes neste espaço não eram uma realidade" e o "trabalho desenvolvido por Jorge Maia como coordenador do departamento".

 

Equipas fizeram a festa

 Satisfeitos pela vitória na final, os pequenos donos da bola do CD Trofense A fizeram questão de mostrar todo a sua alegria, proferindo cânticos, incessantemente, durante a entrega dos prémios.

Um dos mais emocionados, o João, atleta mais conhecido por "Cenoura", referiu ao NT que apenas tinha uma coisa para dizer: "somos campeões!"

Já o capitão de equipa, Manuel, sublinhou a felicidade de levantar o "caneco", num jogo "difícil" frente ao GD Ribeirão.

O treinador dos vencedores, Ruben Crawler, afirmou que "é sempre bom ganhar, pois demonstramos todo o trabalho durante a semana. Esta equipa tem estado muito bem, em 26 jogos ainda não perdemos e para a semana sagramo-nos campeões da nossa série. Os miúdos merecem, pois com frio e com chuva nunca faltam e é assim que se fazem verdadeiros campeões".

Mas não foi apenas a equipa vencedora que fez a festa. Apesar do frio, o complexo desportivo de Paradela foi invadido pela euforia de todos os atletas, que no final, mostraram o que era o mais importante: alegria pela competição e um enorme fair-play.

 

Classificação final

  1. CD Trofense A

  2. GD Ribeirão

  3. Sport Progresso

  4. FC Marinhas

  5. AC Bougadense

  6. CD Trofense B

  7. ARDC Gondim – Maia

  8. Operário FC

  9. SC Castelo Maia

  10. Leixões SC

  11. Selecção Concelhia Futsal Trofa

  12. Pinheirinhos de Ringe