A inauguração do percurso, cujo investimento rondou os 4,5 milhões de euros, contou com a presença do Presidente da República e do edil tirsense. As margens do Ave ficam assim requalificadas com o objetivo de possibilitar um impacto positivo na região tirsense.

Foi rodeado de seguranças e “acompanhado” pela sombra das últimas declarações polémicas sobre os seus rendimentos, que Cavaco Silva chegou a Santo Tirso para apadrinhar a inauguração do Passeio das Margens do Ave, no sábado. No entanto, não foi com apupos, mas sim com “jesuítas” que o Presidente da República foi recebido em Santo Tirso.

Por seu lado, Maria Cavaco Silva dirigiu-se aos pescadores que marcaram presença nas margens do Ave, questionandoos se “já pescaram para o jantar”, ciente de que este curso de água pode ser importante para a população.

A requalificação do rio Ave é um tema recorrente e bem antigo dos planos políticos do concelho de Santo Tirso. Consciente da sua importância, o município concretizou uma etapa da Parceria de Regeneração Urbana: o Passeio das Margens do Ave, num orçamento de cerca de 4,5 milhões de euros. Situado na margem direita do rio, o percurso de 1,4 quilómetros, pode ser percorrido a pé ou de bicicleta, desde o centro da cidade até ao Parque Urbano de Rabada, concluído em 2005, na freguesia de Burgães. Durante a inauguração, o presidente da Câmara de Santo Tirso, Castro Fernandes, enunciou os benefícios do projeto e lembrou a crise de 1984 que afetou o rio Ave: “Estamos numa situação semelhante e é necessária a adoção de medidas similares: uma nova Operação Integrada, adaptada às circunstâncias atuais, que coordene esforços transversalmente, unindo a sociedade civil e instituições públicas, de forma a trazer investimento público e privado para Santo Tirso e a região”.

Para além da plataforma pedonal, a obra contempla um parque de estacionamento, instalações sanitárias e uma ponte que faz a ligação ao já referido Parque Urbano de Rabada. Na margem esquerda do rio situa-se o Passeio dos Frades. Em conjunto, as duas obras completam-se e potenciam a harmonia natural das margens do Ave. Cavaco Silva reforçou a mensagem do potencial do concelho de Santo Tirso e da importância do rio para a região. Num discurso de apelo à população tirsense, o Presidente da República enalteceu a ligação da cidade com o rio e considerou “que as prioridades de hoje são diferentes daquelas atribuídas há 20 anos”.

Ricardo Toga | Hermano Martins

{fcomment}