A jogar em casa a 7ª jornada da Divisão A1 de voleibol feminino, o CAT venceu o SC Braga por três parciais a um. Depois da derrota, frente ao Sports Madeira, a equipa trofense mostrou confiança, e apesar das dificuldades, venceu a partida.

  O recém promovido SC Braga deslocou-se ao Pavilhão da Escola EB2,3 de S. Romão do Coronado e perdeu, por três parciais a um, contra o actual campeão nacional Clube Académico da Trofa. Apesar das dificuldades causadas pela equipa bracarense, o Clube Académico da Trofa, não se deixou abater pela derrota da passada jornada e venceu o jogo.

Duas equipas bem diferentes, proporcionaram um excelente jogo. De um lado estavam as campeãs nacionais, comandadas por Manuel Barbosa e com elevada experiência, do outro, o jovem SC Braga, com o orçamento mais baixo da A1, a estrear-se na divisão, sem estrangeiras e com atletas que saíram das suas escolas de formação.

Com o inicio do primeiro set, as jogadoras do CAT defrontaram um Braga motivado, que chegou por algumas vezes a empatar, chegando mesmo a liderar o set por 8-10. Mas as trofenses, mostraram garra e acabaram por vencer folgadamente, por 25-16.

No segundo set, Manuel Barbosa fez algumas trocas de modo a poupar as suas atletas para o jogo da próxima jornada com o Clube K, o que se ressentiu na performance da equipa. As bracarenses com um excelente bloco, conseguiram inviabilizar grande parte dos ataques do CAT, que acabou por perder o parcial por 23-25.

Já nos terceiro e quarto sets, a equipa da Trofa impôs o seu jogo e venceu sem dificuldades com os parciais de 25-16 e 25-19.

Manuel Barbosa, satisfeito com o resultado da sua equipa, sublinhou a motivação das jogadoras do Braga, pois "é a primeira vez que elas jogam na primeira divisão e deram o máximo para jogarem contra uma equipa que é campeã nacional, e dificultaram-nos a vitória". Quanto ao facto do segundo set não ter corrido da melhor forma, o treinador explicou ao NT, "tentamos poupar algumas jogadoras e não correu tão bem", mas "o que interessa agora é acumular vitórias", concluiu.

Para João Lucas, treinador do SC Braga, apesar da vitória justa do Clube Académico da Trofa, "penso que foi um jogo equilibrado, onde poderíamos ter feito um bocadinho melhor, mas estou contente com as minhas atletas", referiu. "A experiência das jogadoras do Trofa fez a diferença, porque há bolas que parecem que têm tudo para fazermos ponto e transformam-se em bolas difíceis", concluiu.

O CAT continua o seu percurso positivo na ascensão da tabela classificativa e já ocupa o quarto lugar com nove pontos.