O CAT venceu, este domingo, o Gueifães pela margem máxima, e ainda beneficiou da vitória do Ribeirense sobre o Sports Madeira para se aproximar do primeiro lugar. Basta agora às atletas de Manuel Barbosa vencer os próximos jogos, inclusive com as açoreanas, para se colar à liderança da A1.

 

O Clube Académico da Trofa entrou com o pé direito na segunda fase da Divisão A1 de voleibol feminino, ao vencer, na Maia, a equipa do Gueifães pela margem máxima, no passado domingo. As atletas de Manuel Barbosa superiorizaram-se às adversárias e aplicaram uma derrota irrepreensível pelos parciais de 20-25, 18-25 e 15-25.

Com este resultado as atletas trofenses garantiram o terceiro lugar, com 17 pontos, atrás de Ribeirense e Sports Madeira, com menos um jogo os dois primeiros classificados.

O Ribeirense tem dois jogos disputados e outras tantas vitórias, impostas ao Câmara de Lobos, por 3-1, e ao líder do campeonato Sports Madeira, também por 3-1. No outro jogo, o Sports Madeira tinha vencido o Clube K, pela margem máxima.

Com a vitória sobre o Sports Madeira, o Ribeirense acabou por ajudar o CAT, que se vencer os próximos jogos pode igualar pontualmente com o primeiro classificado.

Clube K, Câmara de Lobos e Gueifães ocupam os últimos três lugares, com apenas um ponto conquistado nesta segunda fase.

No próximo fim-de-semana o CAT tem jornada dupla com jogo complicado com o ribeirense, no sábado, e no dia seguinte com o Clube K.

Os dois jogos realizam-se na Trofa, no Pavilhão Desportivo da Escola EB 2,3 de S. Romão do Coronado.