O Clube Académico da Trofa averbou a primeira derrota no campeonato frente ao Sports Madeira, no passado domingo. Depois de duas vitórias, frente ao Gueifães (1-3) e ao Câmara de Lobos (3-0), o CAT não conseguiu manter a invencibilidade na Divisão A1 de Voleibol Feminino.

   O CAT recebeu o Sports Madeira e perdeu por três parciais a um, quebrando assim a série de três vitórias sem perder pontos. A equipa liderada por Manuel Barbosa acusou bastantes dificuldades na recepção, o que se revelou fatal para o resultado final da partida. Apesar de ter ganho o segundo set, por uma larga vantagem, 25-12, a equipa da Trofa, não conseguiu impôr o seu jogo, e perdeu os restantes parciais.

No primeiro parcial as atletas de Manuel Barbosa entraram a ganhar, mas o Sport Madeira acabou por levar por vencido o parcial, com um resultado de 21-25.

Depois do set perdido, a equipa do CAT, com algumas alterações, mostrou-se forte e conseguiu dominar as adversárias, vencendo o parcial com uma larga vantagem (25-12). Esta proeza da equipa trofense não se voltou a repetir, e no set seguinte, o resultado inverteu-se e o adversário voltou a vencer por um claro 14-25.

Com o resultado desfavorável o CAT voltou a mostrar debilidades no capítulo da recepção. Sem nunca conseguir a superioridade frente à equipa visitante, as jogadoras de Manuel Barbosa acabaram por perder também este parcial, por 22-25.

Contrariando os resultados que alcançou nos últimos jogos, a equipa do CAT mostrou-se fragilizada e com bastantes dificuldades na recepção, frente a um Sports Madeira disposto a lutar pelos lugares cimeiros da tabela classificativa.

Para Manuel Barbosa, a derrota deve-se a erros "na recepção, não conseguimos jogar, começamos a cometer muitos erros e não houve a mínima hipótese de jogar", afirmou. Perante uma equipa "candidata ao título" alguns "momentos fracos" acabavam por sair caro.

Satisfeito com a vitória frente ao campeão nacional, Sílvio Costa, técnico madeirense, realçou a qualidade do jogo: "estamos no início da temporada e as equipas apresentaram-se muito bem. Nós fizemos um jogo espectacular, podíamos ter controlado mais esta situação final do quarto set, mas o voleibol tem esta característica, a equipa adversária reage sempre e nós temos de estar com muita atenção para tentar manter a distância", concluiu.

 

Sports Madeira na liderança e CAT em sétimo lugar

Com este resultado o Sports Madeira aproximou-se da liderança ocupada por Gueifães, que neste momento tem 11 pontos, em seis jogos realizados. As atletas madeirenses tem um percurso 100 por cento vitorioso, com cinco triunfos.

Já o CAT subiu na tabela classificativa, para o sexto lugar, graças aos jogos contra o Gueifães e Câmara de Lobos, mas perdeu a oportunidade de ultrapassar o Ribeirense e Clube K.